70% de aproveitamento e queda de rivais: Cuca detalha contas pelo bi

Cuca costuma analisar detalhadamente a tabela e adversários para definir suas contas e metas no Campeonato Brasileiro. Assim como em 2016, o técnico do Palmeiras considera que uma campanha em torno de 74 pontos será suficiente para dar o título. Atual campeão, ele considera que o Verdão ainda tem condições de brigar pelo bicampeonato, mesmo estando a dez pontos do líder Corinthians depois de nove rodadas.

A tarefa, contudo, não será fácil. Nas contas de Cuca, o aproveitamento do time campeão gira em torno de 66% - o Palmeiras hoje tem 48,1%. Para compensar o início ruim, o Verdão precisa de um aproveitamento de 70,1% nas próximas 29 rodadas. Número bem semelhante ao que gerou a conquista palmeirense em 2016.

- Vamos analisar o Brasileiro: são 114 pontos em disputa. Eu faço sempre o diagnóstico de 74 como média para ser campeão. Vai dar mais ou menos 65%, 66% de aproveitamento - explicou o treinador.

- Nesta época, ano passado a gente tinha 19 pontos (agora tem 13). Tínhamos os 65%, 66% para o título (na verdade eram 70,3%). Corinthians e Grêmio estão acima. Estamos seis pontos a menos do que a gente tinha, mas sobrou para a gente seis pontos no fim. Por pontos perdidos você pode perder 40. Perdemos 14. Podemos perder mais 20 e tantos. E vão acontecer derrotas, empates, mas nosso bom momento vai chegar - acrescentou.

Quando diz que "sobraram" seis pontos, Cuca faz menção aos 80 pontos que o Palmeiras conquistou em 2016. Naquela campanha, os 74 também serviriam pela taça, já que Santos e Flamengo, vice e terceiro colocados, respectivamente, terminaram com 71 pontos cada um.

Neste início do Brasileirão, Corinthians e Grêmio têm aproveitamento altíssimo: 85% e 81%, respectivamente. Para Cuca, os dois times não conseguirão manter estes números até dezembro.

- Corinthians e Grêmio estão com 85% de aproveitamento, que não é normal. Vai baixar. Vamos recuperar com o tempo. Não sei se os pontos, mas o futebol vai ficar nivelado. Todo time vai passar por momento ruim, tem confrontos diretos. Temos jogadores para estrear, e se analisar tudo como tem de analisar, o otimismo vai bater que podemos lutar também. E pelos mata-matas da Libertadores e Copa do Brasil - acrescentou.

Diferentemente de 2016, o Palmeiras não tem o Brasileiro como principal foco. A principal meta é vencer a Libertadores, e disputar também o título da Copa do Brasil. Até essa sexta, Cuca falava em brigar pelo G4 no Nacional, mas parece ter mudado de ideia.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos