Novo zagueiro do São Paulo se diz fã de Lugano e quer estrear contra Fla

  • Bruno Grossi

Apenas 80 torcedores foram ao estádio de Atahualpa para assistir ao duelo entre Universidad Católica e River na última quarta, duelo que marcou a despedida de Robert Arboleda do clube equatoriano. O zagueiro desembarcou no Brasil nesta sexta e já sabe que a realidade no São Paulo será bem diferente. Ao LANCE!, o novo reforço de Rogério Ceni garantiu que está pronto para enfrentar a pressão da torcida e quer dar muitas alegrias ao time tricolor. Ele, inclusive, se coloca à disposição para estrear contra o Flamengo, daqui uma semana, no dia 2 de julho.

"É torcida acostumada a ser vencedora e que quer o time bem sempre. Tenho que me acostumar, a torcida no Universidad Católica era pouca. Recebi muitas mensagens, e diante da pressão tem que saber estar em um clube tão grande quanto o São Paulo e fazer as coisas bem, dar carinho diante da pressão e levar alegrias ao time e aos torcedores", disse o atleta de 25 anos.

Arboleda chegou à capital paulista e foi para o CT da Barra Funda para fazer exames médicos e assinar acordo até o fim de 2020. Nas primeiras horas em solo brasileiro, o jogador mostrou conhecimento sobre o momento da equipe e prometeu que não vai medir esforços para "tirar o clube da má fase". Ele também se disse fã de Lugano.

"Sei que o São Paulo começou o ano muito bem, mas nos últimos tempos o resultado não veio. Vi a última partida, Rodrigo Caio, Lugano e Militão são bons defensores. Espero brigar por uma vaga no time e chegar com meu grão de areia para o bem do clube e para sair da má fase em que estamos. Tenho muitas expectativas para vestir essa camisa e quero fazer as coisas da melhor maneira possível. No primeiro momento, espero ganhar a confiança do técnico e dos companheiros", projetou o defensor.

"Para mim, (Lugano) é um ídolo. Acompanho Lugano desde pequeno, sempre gostei muito de como ele joga, como defende, seria um gosto jogar ao lado dele. Darei o máximo para jogar com grandes como ele, Rodrigo Caio e os demais. Espero humildemente brigar pelo posto para ajudar meus companheiros", completou.

O equatoriano custará dois milhões de dólares (cerca de R$ 7 milhões) aos cofres do São Paulo. Ele se definiu como um zagueiro "muito técnico, rápido, bem no jogo aéreo e por baixo igual", e que "gosta muito de sair jogando".

"Gosto do jogo bonito", resumiu Arboleda, que se disse adaptado ao esquema tático com três zagueiros - o preferido de Ceni no Brasileiro - , e já espera fazer a estreia pelo São Paulo no próximo fim de semana, contra o Flamengo.

"Estou acostumado, no Católica usávamos muito a linha de três. Na seleção do Equador, não, mas não tenho problema para jogar em nenhuma posição da zaga. Sou destro, mas jogo na direita, esquerda ou centro. Quero me adaptar, jogar aonde o professor pedir e já estar habilitado para a próxima partida", disse.

Com a camisa do Católica, Arboleda atuou em 19 partidas e marcou quatro gols nesta temporada. Pela seleção foram três jogos e um gol. E, assim como o zagueiro Mina, do Palmeiras, e o lateral Armero, do Bahia, o equatoriano é conhecido por comemorar seus gols de um forma peculiar: dançando

"Gosto muito de dançar sempre que faço um gol pela seleção e por meu clube. Espero marcar muitas vezes pelo São Paulo", afirmou o atleta, que desconversou quando questionado se era melhor que os colombianos no quesito, mas prometeu alegrar a torcida tricolor com técnica, danças e gols.

Bate-bola com Arboleda, novo zagueiro do São Paulo:

Conhecia Rogério Ceni antes de vir ao Brasil? Já teve contato com ele?
Não sei muita coisa sobre ele. Sei que é um técnico que gosta do bom jogo, do bom trato com a bola, usa a linha de três zagueiros. Espero acoplar ao grupo da melhor maneira que o professor pedir. Hoje, quando fui quando fui ao

Como analisa o estilo de jogo de Lugano?
Para mim, é um ídolo. Acompanho Lugano desde pequeno, sempre gostei muito de como ele joga, como defende, seria um gosto jogar ao lado dele. Darei o máximo para jogar com grandes como ele, Rodrigo Caio e os demais. Espero humildemente brigar pelo posto para ajudar meus companheiros.

Está sabendo do que aconteceu com Lucão?
Não tenho muita informação dos companheiros que saíram. Só sei que na segunda-feira estarei realmente incorporado com o time e todos que ficarão poderão trabalhar para o mesmo lado.

Você foi elogiado por Pratto. Já conheceu os novos companheiros?
Sim, tive uma conversa com Lucas Pratto e com alguns outros companheiros. Acredito que são boas pessoas que eu vou apreciar muito, sei que vamos ter um bom grupo e espero ajudar da melhor maneira.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos