Apresentados, Arboleda exalta 'faro de gols' e Gomez minimiza 'pressão'

O zagueiro Robert Arboleda e o meia Jonatan Gomez foram apresentados oficialmente como reforços do São Paulo. O equatoriano recebeu das mãos do diretor Vinícius Pinotti a camisa número 4, que pertencia a Lucão, enquanto o argentino usará o número 33. A dupla falou sobre suas características em campo e garantem estar à disposição do técnico Rogério Ceni, pelo menos no quesito "condicionamento físico". Ainda resta a burocracia que envolve transações internacionais para que os jogadores sejam regularizados pela CBF.

- Agradeço ao São Paulo pela oportunidade. Para mim é um objetivo importante estar aqui, com grandes jogadores como Lugano e Rodrigo Caio. O melhor que pode ter acontecido para mim. Quero me adaptar à equipe da melhor maneira possível, para construir uma defesa sólida com eles e para conquistar meu espaço. Me sinto bem fisicamente, acabei de terminar o campeonato tranquilamente no Equador. Estou à disposição do treinador - disse Arboleda, que disse ter faro para fazer gols de cabeça.

- Tenho essa qualidade, de fazer muitos gols de cabeça e de pênalti, contente por isso. Sou um jogador de velocidade, que não gosta muito estar disputando muito, prefiro antecipar e fazer o corte. Quando um tem que entrar forte na bola, tem que fazer, porque é o trabalho como defensor, não tem problema. Sou jogador que sai com a bola, gosta de sair jogando. espero que possa fazer no São Paulo o que fazia no Catolica - acrescentou o equatoriano.

O meia Jonatan Gomez também falou sobre suas preferências dentro de campo. Ele passou a última temporada no Santa Fe (COL) e disse que a má fase que vive o São Paulo não será problema, já que está acostumado a lidar com pressão desde que jovem, quando atuava na Argentina.

- Muito importante chegar a um clube tão grande como é o São Paulo. É um objetivo pessoal, estou muito feliz. São Paulo não vive o melhor momento, mas não há inconveniente. Pressão na Argentina também é complicado. Para sair disso, o time tem que ganhar uma partida para começar a reagir e tomar confiança. Há muitos jogadores de qualidade, o time é bom, então acredito que uma vitória trará calma e confiança para reagir - explicou o atleta, que se disse pronto para ajudar o São Paulo na reação.

- Fisicamente estou perfeito, à disposição. Poderia jogar com Cueva tranquilamente, nos últimos anos joguei pelos costados (mais atrás, como terceiro volante) também. Poderia acostumar facilmente a qualquer posição.

O meia chama atenção pela semelhança física com Lionel Messi, eleito quatro vezes o melhor jogador do mundo. Questionado sobre o assunto, o jogador mostrou bom humor e brincou com os jornalistas.

- Quem dera eu tivesse a esquerda do Messi. A cara pode ser parecida, mas o resto, não (risos).

Embora Arboleda e Gomez estejam fisicamente prontos para ajudar Ceni, a dupla ainda é dúvida na partida contra o Flamengo, domingo, na Ilha do Urubu. Por se tratarem de trâmites internacionais, o processo de regularização no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF é mais lento. O São Paulo tem até às 19h de sexta-feira para inscrever a dupla. Caso contrário, só poderão atuar no clássico com o Santos, dia 9 de julho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos