Lindoso cita diferenças entre elencos de Bota e Galo: 'Não entra em campo'

O duelo pelas quartas de final da Copa do Brasil, entre Botafogo e Atlético-MG, coloca frente-a-frente dois elencos distintos, tanto em relação aos nomes - e os gastos - quanto ao que vem apresentando no decorrer da temporada. E se o rival tem jogadores mais consagrados, o volante Rodrigo Lindoso lembrou que nome não entra em campo e encheu a bola dos seus companheiros de clube.

- Sem dúvida, tem a questão dos nomes... mas é só papel. Tem que fazer valer dentro de campo. Apesar da diferença, acredito nos meus companheiros. Sempre vou puxar o saco do meu time (risos). Claro que a gente respeita, mas sabemos do nosso potencial - defendeu o atleta alvinegro na coletiva.

Para esse jogo, a chance é grande do Botafogo voltar ao esquema com uma trinca no meio-campo, com João Paulo substituindo Montillo. E Lindoso foi sincero em dizer que a formação, até mesmo pelos números, tem dado certo.

- Está dando certo, até porque foram muitos jogos e os números falam por si. Mas mudar a formação não é justificativa pela última derrota. Quando se joga com dois meias, se cria mais, como aconteceu. Se a bola entra, o discurso seria outro. São coisas do futebol... não é porque teve a derrota que os meias são os culpados. Jair tem a formação dele e respeitamos - completou o jogador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos