Carille admite Corinthians 'abaixo', culpa gramado, mas valoriza gol fora

O técnico Fábio Carille admitiu que o Corinthians não teve uma boa atuação no empate por 1 a 1 com o Patriotas (COL), na noite desta quarta-feira, pela ida da segunda fase da Copa Sul-Americana. O treinador reclamou do gramado do Estádio La Independencia, mas também valorizou o gol marcado fora de casa.

- Na parte tática, correspondeu o que a gente esperava, de ficar com a bola, descansar, circular a bola. Na parte técnica, o campo não ajuda, a bola fica muito viva, não rolava normalmente. Ficou abaixo do esperado mais por conta do gramado - afirmou Carille.

- Conseguimos uma pequena vantagem, fazer gol fora é importante. Dentro da nossa casa a gente procura pressionar bastante, rodar a bola, pressionar o adversário o tempo todo. E pode ter certeza de que é isso que faremos jogando em casa - acrescentou.

Ao contrário do gramado, a altitude da cidade de Tunja, que cida a cerca de 2.720 metros acima do mar, não foi motivo de reclamação do técnico corintiano. Carille, porém, disse que os jogadores cansaram durante a partida.

- Em nenhum momento quis falar da altitude e trazer de uma forma negativa. Os jogadores não reclamaram, apenas o Cássio falou antes do jogo, e não sei se no intervalo mais alguém falou. Mas foi nítido que os jogadores cansaram durante o jogo, abafava e tinha que esperar um pouco para respirar. E a questão do campo é nítida, muito maior aos padrões que a gente está jogando no Brasil - disse.

A partida de volta entre Corinthians e Patriotas será realizada apenas no dia 26 de julho. Pelo Brasileirão, o Timão volta a campo neste domingo, às 16h, contra o Botafogo, pela 11ª rodada.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos