Nem oscilação tira invencibilidade do Corinthians; veja números e motivos

  • AFP PHOTO / Luis Acosta

    O Corinthians ostenta a sexta maior sequência invicta em seus 106 anos de história

    O Corinthians ostenta a sexta maior sequência invicta em seus 106 anos de história

24 jogos de invencibilidade. Sem perder há mais de cem dias, o Corinthians ostenta a sexta maior sequência invicta em seus 106 anos de história, mas publicamente o discurso continua a ser jogo a jogo, sem criar pressão por conta de feitos históricos. Porém, em pelo menos duas atuações recentes, o desempenho deixou a desejar, apesar da manutenção da invencibilidade: empate sem gols com o Coritiba no Couto Pereira e em 1 a 1 com o Patriotas (COL), pela Copa Sul-Americana.

21 era o número de partidas que o Corinthians não precisava reverter. Diante do Patriotas, o gol sofrido aos 30 minutos do primeiro tempo obrigou a equipe de Fábio Carille a se abrir pelo empate, que só veio aos 47 minutos da etapa complementar, em cabeceio preciso de Balbuena após cruzamento de Fagner. Em busca do resultado, o Timão mostrou deficiências na troca de passes e na construção ofensiva, algo que já havia ocorrido contra o Coritiba há dois jogos.

4 finalizações erradas marcaram a partida contra o Coritiba, pela 8ª rodada do Brasileirão. A equipe produziu pouco neste compromisso, mas melhorou o rendimento contra Bahia e Grêmio, jogos em que as vitórias permitiram a abertura de quatro pontos de vantagem na ponta do Campeonato Brasileiro. Contra o Patriotas foram novamente quatro finalizações erradas, mas quatro certas, e uma delas garantiu o empate. Ou seja, o Corinthians não tem perdido nem quado joga mal.

40 jogos foram completados pelo Corinthians nesta quarta-feira, somando pré-temporada e competições oficiais. São 24 vitórias, 14 empates e somente duas derrotas, contra Santo André e Ferroviária, na primeira fase do Paulistão. Com poucos resultados negativos, o time tem se moldado para "saber sofrer", como diz o técnico Carille. Mesmo sob pressão e em momentos de oscilação, como no duelo fora do país em que teve quatro mudanças por desgaste no time ideal, a equipe mantém a invencibilidade e o modelo de jogo.

Zero é o número de jogadores que participaram de todos os 24 jogos da sequência de invencibilidade. É atestado da força do elenco, que sofreu com mudanças nos últimos compromissos e manteve a identidade e os bons resultados. No próximo desafio, domingo, contra o Botafogo, novamente o time ideal não estará em campo, pois Romero está suspenso por acúmulo de cartões amarelos. Será um novo obstáculo na meta corintiana: recuperar o bom futebol e vencer novamente no Brasileirão. Para melhorar os números.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos