No apagar das luzes: Sheik marca golaço e garante vitória da Ponte sobre o Sol de América, pela Sul-Americana

A Ponte Preta conseguiu vencer o Sol de América com um lindo gol de Emerson Sheik, no apagar das luzes do Moisés Lucarelli, na noite desta quinta-feira. A Macaca começou bem e poderia ter marcado ainda no primeiro tempo. Na etapa final, viu o adversário equilibrar a partida e respirou aliviada ao ver o lindo chute do camisa 9, que dá à equipe de Campinas uma pequena vantagem para o jogo de volta, dia 26.

Jogando em casa, a Macaca tinha o dever de tomar a iniciativa do confronto. O trio de ataque formado por Sheik, Lins e Claudinho eram bem servidos por Cajá, trocando passes e chegando com perigo ao gol paraguaio. Quando tentava sair em contra-ataque, o Sol de América esbarrava nas próprias limitações técnicas, que impediam a equipe de criar oportunidades.

O nome do primeiro tempo foi Agustín Silva. O goleiro da equipe paraguaia fechou o gol, evitando que a Ponte fosse para o intervalo com a vantagem no placar, apesar de ter dominado as ações desde o apito inicial. Já o arqueiro da Macaca, Aranha, apenas assistiu ao jogo nos primeiros 45 minutos.

Na segunda etapa, os paraguaios resolveram sair mais para o jogo. A Ponte já não dominava como no primeiro tempo, e o jogo ficou equilibrado. De bola parada em bola parada, o Sol de América começava a ameaçar o gol de Aranha, que passou a ter que participar da partida. Juninho, que substituía Gilson Kleina no banco, percebeu a queda da equipe e colocou Negueba, no lugar de Renato Cajá.

É verdade que o camisa 10 não estava bem, mas a sua saída tirou da Macaca seu único poder de criação no meio campo. Isso fez com que a equipe de Campinas telegrafasse mais as jogadas, facilitando a marcação do adversário. As melhores chances eram de finalizações de longa distância.

A partir da segunda metade da etapa final, o Sol de América, já satisfeito com o empate, passou a catimbar o jogo. Seus jogadores caíam a todo momento e seu treinador, Fernando Ortíz, ao ser expulso, saiu pelo meio de campo, retardando o reinício do jogo. A Ponte foi ficando nervosa e não conseguia mais impor seu estilo de jogo, até que Emerson Sheik chamou a responsabilidade. O camisa 9 acertou lindo chute de fora da área aos 44 minutos e deu alívio aos torcedores presentes no Majestoso. Agora, a Macaca joga pelo empate no jogo de volta, marcado para dia 26, no Paraguai.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 1 X 0 SOL DE AMÉRICA-PAR

Local: Moisés Lucarelli, Campinas

Data-hora: 29/6/2017 - 19h15

Árbitro: José Argote (FIFA-VEN)

Auxiliares: Carlos López (FIFA-VEN) e Jorge Urrego (FIFA-VEN)

Público: 4503 pagantes; Renda: R$69 mil.

Cartões amarelos: Elton e Emerson Sheik (PON); Tomás Rojas, Mareco, Agustíns Silva (SOL)

Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: emerson Sheik, 44'2°T (1 a 0).

PONTE PRETA: Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Rodrigo e Fernandinho; Fernando Bob, Elton (Naldo, 29'2°T) e Renato Cajá (Negueba, 16'2°T); Claudinho, Lins e Emerson Sheik - Técnico: Juninho.

SOL DE MAÉRICA-PAR: Agustín Silva; Olmedo, Victor Velázquez, Mareco e Gustavo Velázquez; Richard Franco, Aldo Vera, Tomás Rojas (Marcos Duré, int) e Nico Martínez (Molinas, 36'2°T); Pedro Arce (Ruiz Díaz, 26'2°T) e Martín Giménez - Técnico: Fernando Ortiz.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos