Corinthians negocia 25% de Petros para quitar até dívida por... Petros

Além do sucesso dentro de campo graças à liderança do Campeonato Brasileiro, a diretoria do Corinthians está em festa por conta de um acordo realizado nos bastidores nos últimos dias. De uma só vez, o clube quitou três dívidas que haviam gerado processos judiciais em troca de 25% dos direitos econômicos que ainda detinha do volante Petros, negociado pelo Bétis (ESP) com o São Paulo. Assim, o Timão não deve mais nada por Vilson, Matheus Pereira e pelo próprio Petros.

Quando negociou o volante com o clube espanhol em 2015, o Corinthians manteve 25% dos direitos econômicos e não repassou pouco mais de R$ 1 milhão ao SEV Hortolândia, clube gerido por empresários que administravam a carreira do jogador. Agora que o Bétis o vendeu ao rival, o Timão trocou a porcentagem que havia mantido pela quitação da dívida, fazendo com que os agentes acumulassem mais porcentagem.

Além de ter zerado as pendências por Petros, o Corinthians também quitou uma dívida superior a R$ 300 mil pelo zagueiro Vilson, que foi comprado no ano passado do mesmo SEV Hortolândia, e outra de R$ 2,5 milhões de porcentagens não repassadas pela transferência do meia Matheus Pereira ao Empoli, da Itália. Somadas, as dívidas trocadas por 25% dos direitos de Petros chegam próximas de R$ 4 milhões e encerram processos judiciais que podiam render juros e aumentar a dívida. O acordo já foi homologado no Tribunal de Justiça de São Paulo.

A princípio, a ideia do Corinthians era manter os 25% para lucrar em transferências futuras, mas o acordo proposto pelos empresários foi aceito pelo presidente Roberto de Andrade.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos