Fernando Santos elogia Portugal e fala sobre dispensa de Cristiano Ronaldo

  • Michael Dalder/Reuters

O técnico Fernando Santos lamentou, assim como seus jogadores, ter que disputar o terceiro lugar da Copa das Confederações. Porém, garantiu que sua equipe estará focada no duelo contra o México. O confronto entre as seleções será neste domingo, às 9h (de Brasília), na Arena Otkrytie, em Moscou.

"Obviamente que a eliminação nos deixou tristes. Mas isso não invalida o compromisso que essa equipe tem de tentar chegar à final em todas as competições que entra. Tenho a certeza que estes jogadores estão totalmente focados", garantiu.

"Essa equipe deu ao futebol português um dos seus maiores feitos, se não o maior. Esse mérito nunca poderá ser retirado e confiem no time, porque, mais uma vez, aqui na Copa das Confederações, mostrou que não vai a uma competição só por ir, mas para tentar vencê-la. Acreditem nestes jogadores porque vão continuar a fazer muito para dar muitas alegrias ao futebol português", disse.

Após a eliminação, Cristiano Ronaldo foi embora da Rússia para conhecer os filhos gêmeos recém-nascidos. A decisão, segundo o treinador, foi tomada por ele e pelo presidente da Federação Portuguesa, Fernando Gomes.

"É um momento importante da vida dele e, já que Portugal ficou afastado daquele que era o seu principal objetivo, eu e o presidente entendemos que era bom para o jogador ver os seus filhos, que ainda não tinha visto. Foi correta a nossa atitude, ainda mais com um jogador que tem um empenho, um compromisso e um comportamento exemplar", afirmou o comandante.

A eliminação para o Chile foi doída. Favoritos na competição, os portugueses acabaram ficando sem gás para buscar um bom resultado na prorrogação e pararam em noite inspirada de Claudio Bravo. O goleiro do Manchester City pegou todas as três cobranças dos lusos.

"Foi um jogo com momentos diferentes. Começamos melhor, depois o Chile, novamente nós e depois eles. O jogo foi sempre assim, com oportunidades dos dois lados. Tentamos mudar a equipe, tirando os jogadores mais desgastados, sobretudo nas alas, onde parecia que havia cansaço dos adversários. Depois nos pênaltis, no Euro fomos heróis, agora não. Os jogadores estão de parabéns", completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos