Mesmo derrotado, Renato diz não se arrepender de ter poupado jogadores

A opção de Renato Portaluppi de mandar uma equipe inteiramente reserva contra o Palmeiras resultou em uma exibição pobre e, consequentemente, na derrota por 1 a 0. O comandante tricolor, no entanto, não se arrepende de ter poupado os titulares para o jogo de terça-feira, pela Libertadores.

- Não tem time que aguente. Você tem que descansar os jogadores. Estamos em três grandes competições, mas, às vezes, temos que segurar no Brasileiro, pois a Copa do Brasil e a Libertadores são mata-mata. Ser você tropeçar, pode ficar fora. O Brasileiro é longo e tem horas que precisamos descansar os jogadores. Quem muito quer, nada tem. Se você colocar a mesma equipe em todas, vai lotar o departamento médico. Eu enxergo lá na frente. Estamos no caminho certo - afirmou o treinador.

Depois, Renato elogiou o Palmeiras, que, segundo o treinador, pressionou e mereceu a vitória.

- Enfrentamos uma boa equipe, mesmo que diferente daquela que vinha jogando. O maior problema, além da falta ritmo de jogo, é que muitos estavam voltando de lesão. Se colocasse mais jovens, poderíamos ter a dificuldade por falta de experiência como ocorreu em Recife. Além disso, precisava colocar esses jogadores para eles readquirem o ritmo - completou.

Agora, o Grêmio fica 100% focado na Libertadores. Na terça enfrenta o Godoy Cruz, fora de casa, pelo primeiro jogo das oitavas de final da competição. Com os titulares descansados, é esperada uma boa exibição da equipe.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos