Técnico do Monaco admite que elenco pode sofrer novas baixas

O Monaco retomou suas atividades nesta última sexta-feia. Apesar de ainda não contar com seus principais atletas, o técnico Leonardo Jardim já iniciou o processo de avaliação da equipe para a próxima temporada.

- Todos voltaram a cem por cento. Atualmente, ainda faltam chegar os internacionais. Durante 10 dias vamos fazer um trabalho de avaliação, onde iremos ter dois jogos. Depois, os internacionais chegam e o grupo estará fechado - afirmou o treinador.

O português também aproveitou para falar sobre o assédio de clubes europeus aos seus jogadores. Neste último mês de junho, três atletas já se despediram do clube, incluindo Bernardo Silva, contratado pelo Manchester City. Preocupado com a continuidade de seu trabalho, Jardim reconheceu a possibilidade de outros também saírem.

- Já perdemos três jogadores (Bernado Silva, Germain e Dirar) e ainda podem sair outros - afirmou o comandante do time monegasco, comentando ainda sobre os novos objetivos dos atuais campeões franceses:

- Todos conhecem o nosso projeto, que não mudou mesmo que tenhamos ganho o título francês. O objetivo principal é ganhar, mas é muito importante trabalharmos os jogadores jovens e a qualidade do nosso futebol. A única coisa que mudou é o fato de iniciarmos a temporada tentando defender o título - concluiu.

Mbappé, Mendy, Lemar, Sidibé, Jemerson, Falcao, Subasic e João Moutinho ainda não retornaram das férias. Dentre os nomes citados, Mbappé é o que mais preocupa Leonardo Jardim. O atleta de 18 anos tem sido especulado em clubes como Real Madrid, Paris Saint-Germain, Manchester United e Chelsea.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos