Avaí e Ponte se anulam e empatam em 0 a 0 na Ressacada

Avaí e Ponte Preta não saíram do 0 a 0, na noite deste domingo, na Ressacada. Fizeram um bom primeiro tempo, com boas oportunidades para ambas as equipes, que pararam em Douglas Friedrich e Aranha. Na etapa final, preferiram a cautela e criaram menos. Com o resultado, o Leão se manteve na vice-lanterna do Brasileirão, com nove pontos. A Macaca estacionou na décima primeira posição, com 15.

Empolgado com a vitória fora de casa sobre o Botafogo na última rodada, o Avaí queria espantar de vez a má fase vencendo a Ponte dentro de casa. Faltou combinar com a Macaca, que, no começo do jogo, era quem tomava mais a iniciativa do confronto. Aos 24 minutos, Douglas Friedrich já havia salvado o Leão três vezes em tentativas de Lucca e Naldo.

A partir daí, o Avaí conseguiu manter mais a posse e equilibrar a partida. No entando, seguia sem proporcionar perigo ao gol de Aranha. Antes do intervalo, a Ponte ainda teve algumas chances de marcar, mas pecou nas finalizações. As duas equipes foram para os vestiários empatadas em 0 a 0, apesar da Macaca ter chutado a gol seis vezes a mais que o Leão. Foram nove tentativas do alvinegro.

Claudinei Oliveira percebeu a fraca exibição da equipe no primeiro tempo e já voltou para a etapa final com duas mudanças. Wellington Simião e Diego Tavares entraram nos lugares de Judson e Leandro Silva. E o Avaí de fato ficou mais ofensivo, mas os erros de passe ainda atrapalhavam muito o time na criação de jogadas.

A Ponte voltou mais fechada, apostando suas fichas em contra-ataques pelas laterais. Até os 20 minutos, porém, não havia conseguido chegar ao gol do adversário. A entrada de Negueba no lugar de Lins era para ter agitado a equipe de Campinas, mas não foi o que aconteceu. A Macaca continuou sem chegar perto de abrir o placar.

A partir dos 30 minutos, a Ponte pareceu satisfeita com o empate e se fechou de vez. O Avaí ainda tentou buscar o gol da vitória, mas como de costume nesse campeonato, esbarrou no número altíssimo de passes errados e não conseguiu o gol. A partida terminou 0 a 0, um mal resultado para ambas as equipes, levando em conta os próximos adversários.

FICHA TÉCNICA

AVAÍ 0 X 0 PONTE PRETA

Local: Ressacada, Florianópolis

Data-hora: 2/7/2017 - 19h

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Auxiliares: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Michael Correia (RJ)

Público: Não divulgado.

Cartões amarelos: Romulo e Luan (AVA); Naldo e Claudinho (PON)

Cartões vermelhos: Não houve

Gols: Não houve.

AVAÍ: Douglas Friedrich; Leandro Silva (Diego Tavares, int), Betão, Fagner Alemão e Capa; Luan, Judson (Wellington Simião, int), Juan e Pedro Castro; Joel e Romulo (Júnior Dutra, 18'2°T) - Técnico: Claudinei Oliveira.

PONTE PRETA: Aranha; Jeferson, Kadu, Marllon e Fernandinho; Fernando Bob, Naldo e Léo Artur (Jadson, 33'2°T); Claudinho (Felipe Saraiva, 44'2°T), Lucca e Lins (Negueba, 24'2°T) - Técnico: Juninho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos