Má fase da Chape? Lateral do Flu pede atenção redobrada no duelo

Embalado pela goleada sobre a Universidad Católica-EQU, na Sul-Americana, e por dois bons resultados fora de casa no Brasileirão, o Fluminense recebe a Chapecoense nesta segunda-feira, às 20h, no Giulite Coutinho. O adversário, por sua vez, vive seu pior momento na temporada - são quatro derrotas nas últimas cinco rodadas e o time está apenas três pontos acima do Z4.

Para Léo, o Fluminense não espera encontrar facilidade por conta do momento rival. Pelo contrário, o lateral-esquerdo acredita que enfrentar adversários em situações como a da Chapecoense torna o confronto ainda mais equilibrado.

- Esses jogos são os mais difíceis. Quando pegamos um adversário com essa necessidade de vitória, a atenção tem que ser em dobro. Temos que entrar bastante focados. Essa sequência de não perder e somar pontos é importante e é o que a gente quer nessa competição - comentou o camisa 15 tricolor.

A partida, válida pela 11ª rodada do Brasileirão, será o reencontro do Flu com o Estádio Giulite Coutinho, onde não atua há mais de três meses. Jogador que mais minutos atuou pelo Tricolor em 2017, Léo acredita que o time de Abel Braga não encontrará mais dificuldades pelo jogo não ser no Maracanã.

- A gente vem jogando bem no Maracanã, mas, independente de onde jogarmos, temos que fazer a diferença. Estamos acostumados com o Giulite Coutinho. Jogamos alguns jogos lá e fomos bem. É focar nesse jogo, que vai ser importante para a gente ter uma sequência boa no Campeonato Brasileiro - disse o jogador de 21 anos após a atividade de sábado no CT Pedro Antonio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos