No clássico Ba-Vi, sem gols, o destaque fica por conta de Jean

O clássico Ba-Vi da tarde deste domingo teve um resultado bem diferente do esperado. Bahia e Vitória entraram em campo em busca de um triunfo para que uma das equipes pudesse se livrar da temida zona de rebaixamento. Entretanto, erros marcaram a partida, que terminou com um empate sem gols, mantendo o Leão no Z4. O Bahia, que tinha leve vantagem sobre o adversário, subiu uma posição e está temporariamente fora da zona de degola.

Durante a primeira etapa, o Vitória dominou praticamente todas as jogadas. Atuando com quatro jogadores no meio de campo e um mais avançado, a equipe conseguiu realizar boas trocas de passes, ignorou o Bahia e criou as melhores chances. Os meias Carlos Eduardo e Cleiton Xavier fizeram um grande primeiro tempo. Além da boa movimentação, os dois conseguiram ajudar a evitar muitas chegadas do Tricolor.

Destaque foi o goleiro Jean, que salvou o Bahia de voltar para o vestiário com um placar desfavorável. Isso porque no restante da etapa, a desorganizada defesa pouco fez, dando duas chances seguidas de gol ao Vitória nos minutos finais. A única oportunidade do Esquadrão de Aço veio com Régis. Aos 42, o estreante Mendoza aproveitou um erro do capitão Willian Farias e partiu no contra-ataque, tocando para o meia, que estava livre. Mas, Régis se atrapalhou perto da área e foi desarmado pela zaga do Leão.

Na volta para o segundo tempo, as equipes já entraram em campo tentando reverter o empate sem gols. Nos primeiros minutos de jogo, Allione recebeu cartão amarelo, após falta em Carlos Eduardo, e está suspenso para a próxima partida do Bahia. Novamente o Vitória se impôs mais, porém o gol ainda estava longe de sair.

A próxima chance clara só voltou a aparecer aos 20 minutos. David não se deu conta da presença de Armero, passou com facilidade pelo lateral e bateu forte na entrada da área. De novo, Jean conseguiu espalmar e salvar o Bahia. Enquanto a bola rolava, Geferson cometeu falta em Zé Rafael, recebeu mais um amarelo e desfalca o Vitória na próxima rodada.

Mais uma oportunidade foi perdida quando, aos 23 minutos, Armero fez falta em David. Após a cobrança, a bola sobrou para Kanu dentro da área, mas o jogador pegou mal e bateu para fora. Apesar das chances, ficou claro que o Vitória estava com muitas dificuldades para finalizar.

O prêmio de chute desengonçado da partida deveria ir para o atacante André Lima, que foi o jogador que mais chegou perto de marcar e que mais perdeu chances na cara do gol durante o segundo tempo. A gota d'água foi aos 38 minutos. Em nova saída de bola do Bahia, o atacante recebeu dentro da área, mas errou feio o chute e quem se deu bem foi Tiago, que conseguiu salvar com facilidade. O erro foi grave. Isso porque aos 30, o jogador já havia tido a bola nos pés na cara do gol e não conseguiu finalizar corretamente.

Nos minutos finais, o Bahia focou na defesa para evitar uma nova chance do adversário. Fim de papo! O empate sem gols não é nada bom para o Vitória, que se destacou muito mais em campo, mas não venceu por erros que devem receber atenção do técnico Alexandre Gallo durante a semana. A equipe segue em 18º lugar, com nove pontos. Por outro lado, o Bahia, que abria o Z4, subiu uma posição e escapou temporariamente da zona de degola.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos