Em negociação que pode levar Arana à França, Timão pede tempo a Pablo

O Corinthians tem duas negociações em andamento com o Bordeaux, da França: a compra dos direitos econômicos do zagueiro Pablo e a venda da porcentagem que detém do lateral-esquerdo Guilherme Arana. A única restrição demonstrada pelo clube brasileiro nas conversas até o momento é que Arana saia para a Europa somente no fim do ano, enquanto Pablo assinaria o vínculo definitivo ainda em 2017. As tratativas pelo zagueiro estão mais adiantadas, como indica seu empresário ao LANCE!.

- Todas as partes convergem à mesma direção e agora estamos em fase de detalhes, ajustes financeiros, prazos... - enumera Fernando César, antes de completar, revelando um tempo pedido pelo Corinthians nas negociações.

- Os números que apresentamos não foram surpresa para o Corinthians, eles já sabiam, já conheciam as bases do contrato no Bordeaux. Como trata-se de uma negociação complexa, eles pediram uma semana para analisar. Então semana que vem é que o martelo será batido.

O estafe de Pablo se reuniu com a diretoria do Corinthians na última semana e a discussão financeira já teve início. Além da necessidade de acertos relativos a salários e luvas, os brasileiros terão que pagar 3 milhões de euros (cerca de R$ 11 milhões) ao Bordeaux por 100% dos direitos do zagueiro. É justamente nesta parte da história que entra o nome de Guilherme Arana, alvo dos franceses.

O Corinthians recebeu uma proposta de compra de seu lateral utilizando Pablo como abatimento. Assim, Arana pode sair por 9 milhões de euros (cerca de R$ 34 milhões) e mais a cessão do zagueiro, em uma operação de 12 milhões de euros (R$ 45 milhões) . Dono de 40% dos direitos do camisa 13, o Corinthians receberia 3,6 milhões de euros (R$ 13,5 milhões) para ceder seu jogador apenas em 2018 e teria 100% de Pablo. As tratativas ocorrem, mas sem pressa, de acordo com as partes envolvidas.

O único prazo já vencido foi a preferência de compra do Corinthians por Pablo, que erá válida até o fim de junho. Agora, caso qualquer clube faça oferta pelo zagueiro ao Bordeaux, o Timão tem um prazo limitado de oito dias para exercer a compra por 3 milhões de euros. Pelo menos até que a negociação se resolva.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos