Grolli lamenta gol no final, mas valoriza ponto conquistado fora

Fluminense e Chapecoense proporcionaram um grande espetáculo na noite desta segunda-feira. O empate por 3 a 3 refletiu a ofensividade das duas equipes, que criaram muitas oportunidades. O zagueiro da Chape, Douglas Grolli, avaliou o empate conseguido fora de casa pela equipe catarinense, que ficou com um jogador a menos a partir da expulsão de Rossi, na segunda metade do segundo tempo.

- Um a menos fica difícil. Até com 11 é normal tomar a pressão, com eles jogando em casa. Infelizmente não conseguimos segurar a pressão, mas pelo menos saímos com um ponto - afirmou Grolli.

Depois, o zagueiro tentou explicar as alterações promovidas por Vágner Mancini, no segundo tempo. A Chape dominou na primeira etapa e conseguiu ir para o intervalo vencendo por 2 a 1. Com as mudanças feitas pelo treinador, no entanto, a equipe recuou e viu o Flu crescer na partida.

- As alterações foram para tentar parar essas bolas aéreas, mas infelizmente não conseguimos segurar o placar - completou o zagueiro.

Com o resultado, a equipe de Vágner Mancini terminou a décima primeira rodada na 15° posição, com 14 pontos. A situação acende a luz de alerta na equipe, que se encontra a duas posições e três pontos da zona de rebaixamento. O próximo confronto da Chape é contra o Atlético-PR, no próximo domingo, na Arena Condá.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos