Zé Roberto recupera espaço no meio, e Cuca planeja tirá-lo da lateral

  • Célio Messias/Light Press/Cruzeiro

Zé Roberto foi um dos destaques do time alternativo do Palmeiras que venceu o Grêmio, sábado, jogando no meio-campo. Este provavelmente será o setor que o camisa 11 jogará a partir de agora. Após mostrar dificuldades na lateral esquerda, o jogador de 42 anos pode render melhor adiantado, segundo Cuca.

"Acho que sim (é melhor usar o Zé no meio-campo), pela idade dele, pelo histórico dele, de já ter jogado ali e muito bem, de não precisar correr atrás de ponta rápido. São uma série de coisas que temos de analisar e respeitar o jogador. Agora, ele é importante para nós. Jogando, titular, um pouquinho, não jogando, ele tem uma importância muito grande", disse o treinador.

Quando titular, Zé costuma atuar na lateral esquerda, mas não fez bons jogos recentemente. Contra o Cruzeiro, jogando assim teve muitas dificuldades, assim como o restante do time. Após a entrada de Fabiano, o camisa 11 foi para o meio-campo, melhorou e teve participação na reação que resultou o empate em 3 a 3. Egídio, Juninho e até Michel Bastos são opções para a lateral.

Dos meio-campistas do elenco, Arouca, Felipe Melo, Moisés estão recuperando-se de lesões; Thiago Santos voltou nesta semana após machucar a coxa, Bruno Henrique estreou no sábado, e Michel Bastos jogou depois de uma tendinite no joelho. Guerra é o principal nome do setor, mas está com um problema no quadril, enquanto Tchê Tchê vive uma temporada irregular, e os jovens Raphael Veiga, Hyoran e Vitinho ainda não se firmaram.

Jean é outro jogador que faz tanto a lateral quanto o meio-campo, mas tem lidado com um desgaste no joelho direito. O clube está atento ao camisa 2 e chegou a consultar três especialistas para saber qual o melhor tratamento - nenhum deles sugeriu cirurgia. Na análise do Palmeiras, o atleta tem conseguido jogar e treinar com crises mais brandas e espaçadas. Sua volta contra o Barcelona, na quarta, ainda é uma dúvida.

Caso Guerra também não consiga jogar na Libertadores, Zé Roberto é um candidato a substitui-lo no Equador.

"O Mayke na minha visão foi um dos melhores (contra o Grêmio); Luan, Bruno Henrique... o que jogou o Zé no meio campo, o Michel. O Erik perdeu o gol, mas ajudou muito. Ganhamos opções e isto é importante. Hoje (sábado) ganhamos o jogo nas opções. Jogada pela direita do Guedes com o Veiga e saiu o gol. As opções que entraram bem no jogo. É sempre bom", completou Cuca.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos