Experiência, troco e ritmo. O que está em jogo para o Fla na Sul-Americana

  • Luciano Belford/AGIF

O Flamengo volta suas atenções para a Copa Sul-Americana nesta quarta-feira, quando enfrenta o Palestino, em Santiago, no Chile. A partida marca a estreia do Rubro-Negro na competição, justamente contra o algoz do ano passado, que eliminou o time carioca nas oitavas de final do torneio. Por este e outros motivos, o confronto tem uma importância significativa.

Obviamente, o Flamengo busca o título, mas outras coisas estão em jogo. Para alguns jogadores, como Everton Ribeiro, disputar a Sul-Americana é também uma oportunidade de ganhar ritmo de jogo.

Há também o casos dos mais jovens, que ainda não disputaram uma partida internacional no time profissional, como o garoto Vinicius Júnior. Para quem está saindo do banco, a luta é a de sempre: buscar uma vaga no time titular. Berrío, Mancuello e outros, muito provavelmente, terão tal oportunidade.

O jogo é válido pela segunda fase da Sul-Americana e surge como um desafio para o Flamengo comprovar seu favoritismo no cenário internacional. O time não lidou bem com tal prova na Libertadores deste ano e precisa responder de maneira diferente no mata-mata.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos