Por protagonismo, Inter quer Douglas Costa e mais quatro reforços

Para voltar ao protagonismo no futebol italiano, a Inter de Milão conta com o dinheiro do Suning, grupo chinês que comprou as ações do clube, para garantir reforços de peso para esta temporada. Segundo o "La Gazzetta dello Sport", os Nerazzurri estão de olho em quatro nomes para qualificar o elenco. Entre eles o brasileiro Douglas Costa, do Bayern de Munique. Julian Brandt (Bayer Leverkusen), Sadio Mané (Liverpool), Florian Thauvin (Olympique de Marselha) e Yevhen Konoplyanka (Schalke 04) são os outros na mira.

As negociações, contudo, não são consideradas fáceis. Para tirar Douglas Costa do Bayern, a Inter vai precisar pagar 50 milhões de euros (R$ 187,4 milhões), conforme anunciou o presidente do clube, Uli Hoeness, ao jornal "Bild". Além do montante, a equipe precisa superar a rival Juventus, que também está na briga pelo jogador.

Os italianos também querem o meia Brandt, do Bayer Leverkusen. O trunfo é que o time alemão não se classificou para a Liga dos Campeões. No entanto, a transferência deve ficar em cerca de 40 milhões de euros (R$ 150 milhões).

Já Mané não deve ser liberado pelo Liverpool. Além das altas cifras que o negócio envolveria, ele é um dos preferidos do técnico Jürgen Klopp.

Por outro lado, Thauvin é considerado um jogador promissor, mas teve passagem irregular pelo Newcastle, o que deixa os dirigentes do clube italiano com um pé atrás. Konoplyanka tem personalidade forte, o que acabou fazendo o Sevilla emprestá-lo ao Schalke 04 na última temporada.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos