"Vontade de sair": Corinthians explica liberação, mas manterá parte de Jabá

Do UOL, em São Paulo

  • Marcello Zambrana/AGIF

A diretoria do Corinthians assinará nos próximos dias a rescisão de contrato do atacante Léo Jabá, que já iniciou exames médicos e será confirmado em breve como reforço do Akhmat Grozny, da Rússia. Dono de 75% dos direitos econômicos do atacante de 18 anos, o Timão venderá parte da cota aos europeus e manterá 20% pensando em futuras negociações. Segundo relatou ao LANCE! o gerente de futebol corintiano, Alessandro Nunes, Léo Jabá manifestou interesse pela transferência e até pediu para ficar fora de uma partida por conta da negociação avançada para deixar o país.

"O Léo tinha recebido uma oferta de um clube russo que chegou via agentes e não ao Corinthians e ele criou uma expectativa muito grande sobre isso, porque economicamente era muito bom para ele. Na mesma velocidade em que ele criou essa expectativa boa, se decepcionou, porque ela não foi concretizada, não chegou nada para nós. Ali ele perdeu um pouco do timing do time, passou a não jogar mais. Inclusive teve uma ocasião em que ele pediu para não ser relacionado porque estava com a cabeça um pouco direcionada", comentou o dirigente corintiano, que atribui a venda de Léo Jabá a duas razões: vontade do jogador e o fato de ele ser pouco aproveitado em 2017.

"Futebol é assim: se fica fora de uma ou duas rodadas a concorrência é grande, você perde espaço, outros aproveitam. Não impedimos ele de retomar a oportunidade, mas a escolha dele e a cabeça dele estavam voltadas para sair, atrelado ao fato de que não é um atleta titular, isso tem um peso também. É uma vontade de sair e eu entendo isso. Às vezes um jovem, bombardeado pelos agentes, tem esse desejo, isso acontece. Acabamos tomando uma decisão, vimos que estava muito propício a sair, e liberamos para conhecer essa nova cultura. Desejamos que ele tenha feito uma boa escolha, porque ele é jovem, e quando somos jovens fazemos escolhas que talvez não sejam tão boas para o nosso futuro".

Léo Jabá foi liberado para exames médicos pelo Akhmat Grozny e viajou no último sábado à Áustria e à Alemanha, onde deu novos passos da negociação e se juntou ao elenco do clube russo, que está em pré-temporada. Assim que a documentação for recebida, o departamento jurídico do Corinthians assinará a liberação. A proposta russa é de 2 milhões de euros (R$ 7,5 milhões), dos quais o Corinthians terá direito a 55%, o que representa pouco mais de R$ 4 milhões. A boa notícia é que a promessa é realizar o pagamento à vista.

"Todo valor para um momento econômico ruim do futebol é bem vindo, todo dinheiro é importante. Mas temos que analisar se esse dinheiro vai realmente ajudar e não trazer prejuízo técnico ao Corinthians", afirmou Alessandro.

Promovido de vez ao elenco profissional por Carille em setembro do ano passado, Léo Jabá sai com 20 jogos e um gol marcado pelo Corinthians, no Paulistão, na vitória por 3 a 1 sobre o Linense. Seu último jogo foi na estreia do Brasileirão, diante da Chapecoense.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos