Após acusação de falso testemunho, Modric depõe na Croácia

Nesta quarta-feira, o meia do Real Madrid, Luka Modric, que era investigado por suspeita de falso testemunho, prestou depoimento aos juízes do caso. A situação teria acontecido em um julgamento no dia 13 de junho, em um processo que investiga transações fraudulentas realizadas pelo ex-presidente do Dinamo Zagreb, Zdravko Mamic.

- Venho apresentar minha defesa e dizer a verdade, como sempre fiz até agora. Tenho consciência tranquila. Estou convencido de não ter cometido qualquer delito - declarou o meia croata, segundo a agência Hina.

O atleta é acusado de receber ilegalmente parte de sua transferência do Dínamo Zagreb para o Tottenham, em 2008. Esse valor deveria ter ido para o clube, que vendeu os direitos econômicos dele para os ingleses.

Mamic, de 57 anos, é acusado de desviar cerca de 15,6 milhões de euros (R$ 57 milhões), relacionados à contratação de vários jogadores. Além disso, a Procuradoria também investiga a evasão de 1,6 milhões de euros. As transações, feitas por contratos fictícios, beneficiariam Zoran Mamic, irmão de Zdravko, Damir Vrbanovic, dirigente da Federação Croata (HNS), além de um funcionário fiscal.

A Procuradoria ainda diz que Modric declarou ter assinado o anexo cada vez que renovou seu contrato. No entanto, há dois anos, o atleta, em outro depoimento, afirmou que só assinou o anexo quando foi para o Tottenham, seu primeiro time fora da Croácia.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos