Danilo vira exemplo no Corinthians, mas renovação depende de atuações

  • Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

    Danilo está perto de ficar à disposição de Fábio Carille

    Danilo está perto de ficar à disposição de Fábio Carille

Há quase um ano, no dia 31 de julho de 2016, Danilo entrou em campo pela última vez com a camisa do Corinthians. Menos de um mês depois da partida contra o Internacional, o jogador saiu de ambulância do CT Joaquim Grava por conta de uma grave fratura na perna direita em que houve até risco de amputação. Nos últimos meses, o jogador se dedicou ao delicado tratamento, superou novas lesões decorrentes do problema original e nesta terça-feira voltou a participar de uma atividade com bola em campo inteiro durante 17 minutos de um jogo-treino contra o Bragantino. A volta está mais próxima.

Danilo está perto de ficar à disposição de Fábio Carille, mas isso ainda não tem prazo definido para ocorrer. Assim, o que preocupa o jogador é o pouco tempo restante de contrato, que pode diminuir as possibilidades de seu retorno ao futebol após quase um ano. O meia de 38 anos tem vínculo somente até o fim do ano, e o Corinthians ainda não pensa na renovação. Tudo dependerá do rendimento em campo do ídolo neste segundo semestre, a começar pelo jogo-treino realizado no CT.

"Fico muito feliz pela recuperação do Danilo, por tudo que ele trabalhou e se dedicou para que pudesse voltar a fazer aquilo que mais ama. Está num processo inicial e o jogo-treino foi muito importante, porque ele precisa vivenciar novamente a proximidade com o jogo, 11 contra 11 em um campo inteiro, sem ficar só no campo reduzido, trabalhos físicos na academia. A volta representa muita coisa, não só para mim, como para todo o clube. É a volta de um ídolo, de um atleta de muita importância mesmo quando não está jogando", disse, em entrevista ao LANCE!, o gerente de futebol do Corinthians, Alessandro Nunes, que ainda minimizou a pressa a respeito do futuro.

"Não podemos olhar para o ano que vem, temos de olhar ainda para esse ano. Não dá para cravar nada, depende da evolução dentro do campo, o que vai se sentir e mostrar para o treinador. Isso tudo mostra o horizonte. Olhar para 2018 agora pode estar sendo muito precoce. Daqui a pouco o Danilão, do jeito que é, pode fazer um jogo bom, um gol decisivo que ele quase nunca fez na carreira (risos). Vamos olhar para 2017 primeiro".

Danilo é jogador do Corinthians desde dezembro de 2009 e o nome do elenco com mais jogos pelo clube (336), além de 33 gols marcados e cinco títulos conquistados. O meia não deseja encerrar a carreira em 2017 e vai procurar novos rumos caso o Timão decida não renovar. O clube ainda não trata da possibilidade de um cargo na diretoria, como ocorreu com o próprio Alessandro, e deseja observar o rendimento neste segundo semestre.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos