Dirigentes do Cruzeiro reconhecem mau momento, mas 'bancam' Mano

O protesto de um grupo de torcedores não passou em branco pela diretoria do Cruzeiro. Em entrevista coletiva no início da tarde desta quarta-feira, o diretor de futebol, Klauss Câmara, admitiu que o clube passa por um momento adverso na temporada, mas ratificou sua confiança no elenco:

- Não tem ninguém satisfeito com o momento que estamos vivendo, mas a grande frustração foi a eliminação precoce na Sul-Americana. Mas quando a gente pensa no que tem pela frente, nos profissionais que temos, a gente acredita que vai virar essa chave e ir em busca das três competições (Brasileirão, Copa do Brasil e Primeira Liga) que ainda podemos ganhar.

Em seguida, o dirigente garantiu a permanência de Mano Menezes no comando da equipe mineira. O treinador, que foi alvo de críticas do grupo de torcedores, recebeu elogios de Câmara:

- Há muita dificuldade quando se demite o treinador no Brasil. E acho que temos um dos melhores. É um dos motivos que acreditamos que podemos ter uma temporada positiva.

Gerente de futebol da Raposa, Tinga considerou a cobrança das organizadas do Cruzeiro como "pertinente":

- Os torcedores queriam falar com os jogadores, mas achamos melhor falar conosco. O que eles queriam, eu já havia falado com os jogadores. A cobrança é pertinente. Mas o apoio é total.

De acordo com ele, o momento é de passar confiança ao elenco, mas de cobrar os jogadores:

- Acredito demais neste grupo, que era tão falado por todos. A cobrança é grande, mas continuamos confiando. Falamos tudo que tem de ser falado, pois um time que tem a qualidade do Cruzeiro, alguma coisa tem de ser feita;

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos