'Dono da Vila', Santos vence Furacão fora e leva vantagem na Libertadores

Que o Santos é o dono da Vila Belmiro todos já sabem. Mas nesta quarta-feira, o Peixe mostrou que também que também pode mandar em outra vila. Desta vez, a vitória veio na Vila Capanema, sobre o Atlético-PR, de virada, por 3 a 2 no jogo de ida das oitavas de final da Libertadores.

Nos primeiros minutos, foi o Furacão quem se comportou como mandante, mesmo não tendo a Arena da Baixada, que recebe o Mundial de Vôlei, a seu dispor. Sidcley e Bruno Henrique travaram um duelo particular pelo lado esquerdo do ataque atleticano, mas foi o lateral-esquerdo quem levou a melhor, ao sair livre da marcação e cruzar para Nikão abrir o placar, de primeira, após furo de Lucho.

Tudo isso aconteceu com apenas sete minutos de partida, mas como bom visitante, o Peixe teve paciência para esperar o Atlético se soltar mais. Foi dando campo aos anfitriões que o Alvinegro explorou o contra-ataque, principal característica do time de Levir Culpi.

Com dificuldade na saída de bola, o Santos respirou após a inversão de lados de Copete e Bruno Henrique. O colombiano, na direita, conseguiu achar Lucas Lima para dar início à reação santista.

O camisa 10 teve uma atuação digna do número que leva nas costas. Começou achando Kayke, nas costas de Thiago Heleno, para empatar. Depois, abriu espaços e deixou Victor Ferraz, que deveria estar na lateral, com sobra para chutar de fora da área. Weverton se atrapalhou ao tentar fazer a defesa e deixou Bruno Henrique empurrar para as redes.

Confortável, o Peixe ainda buscou o terceiro com belo drible de Bruno Henrique e passe para Kayke, que ampliou de letra.

Eduardo Baptista, mesmo xingado, decidiu avançar o time com Pablo e Carlos Alberto. Conseguiu diminuir a diferença do placar, com Ederson, mas não se livrou do problema que será tirar a vantagem do Santos em outra Vila, a Belmiro, no dia 10 de agosto.

?

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-PR 2 X 3 SANTOS

Local: Vila Capanema, Curitiba (PR)

Data-Hora: 5/7/2017 - 19h15

Árbitro: Roberto Tobar (CHI)

Auxiliares: Marcelo Barraza (CHI) e Claudio Rios (CHI)

Público/renda: 13.770 pagantes/R$ 243.395,00

Cartões amarelos: Thiago Heleno e Otávio (APR)

Cartões vermelhos: -

Gols: Nikão (6'/1ºT) (1-0), Kayke (25'/1ºT) (1-1), Bruno Henrique (11'/2ºT) (1-2), Kayke (22'/2ºT) (1-3), Éderson (26'/2ºT) (2-3)

ATLÉTICO-PR: Weverton; Cascardo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Lucho González (Pablo, aos 15'/2ºT) e Matheus Rossetto; Nikão, Douglas Coutinho (Carlos Alberto, aos 16'/2ºT) e Éderson. Técnico: Eduardo Baptista.

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima (Vecchio, aos 42'/2ºT); Bruno Henrique, Copete e Kayke (Noguera, aos 47'/2ºT). Técnico: Levir Culpi.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos