Griezmann: 'Eu teria me sentido sujo se saísse do Atlético agora'

No fim da última temporada, a imprensa europeia dava como certa a transferência de Antoine Griezmann para o Manchester United. No entanto, o jogador mudou de ideia e acabou permanecendo no Atlético de Madrid. Em entrevista à revista "FourFourTwo", o atacante francês afirmou que a manutenção da punição da Fifa ao clube espanhol, que só pode inscrever atletas em janeiro de 2018, foi fundamental para repensar sua decisão.

- Eu fiquei basicamente por causa do banimento de transferências. O Atlético precisa de mim agora mais do que nunca e eu sei que precisava ficar. Eu teria me sentido sujo se saísse. Eu não teria sido eu mesmo, eu a pessoa que eu acho que sou hoje, se eu tivesse deixado o clube desse jeito.

Griezmann renovou contrato com o Atlético de Madrid até 2022, mas a multa rescisória permaneceu em 100 milhões de euros (R$ 376 milhões), o que deixa no ar que o jogador pode sair na próxima temporada.

- Eu tenho muito respeito por esse clube e pelas pessoas aqui para sair agora, do mesmo jeito que pelo Real Sociedad, ele me deram tudo - comentou Griezmann, antes de falar sobre o futuro:

- Para ser honesto, eu não sei. Eu vou jogar pelo Atlético nesta temporada e depois vamos ver. No momento só penso no Atlético. Acho que é absurdo falar de algo que está mais de um ano à frente - afirmou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos