Ainda sem documentação de chineses, Fla vai à Fifa por Geuvânio

O Flamengo decidiu recorrer à Fifa para contar com o atacante Geuvânio. O clube esperou até o prazo limite - nesta quinta-feira - para que o ex-clube do atleta, o Tianjin Quanjian (CHI), enviasse o documento de transferência internacional, o que não aconteceu. Ainda sem ter a situação regularizada, o camisa 23 dificilmente será relacionado para o clássico contra o Vasco, no sábado, em São Januário.

O Santos cobra uma compensação financeira dos chineses. O clube paulista argumenta que haveria, em contrato, uma cláusula que assegurava a volta de Geuvânio ao Peixe, em caso de retorno ao Brasil.

Geuvânio foi contratado por empréstimo pelo Flamengo junto ao clube chinês por 18 meses. A negociação não envolveu custos, mas o Rubro-Negro comprometeu-se a arcar com a metade do salário do atleta, o que representa R$ 500 mil mensalmente saindo dos cofres da Gávea.

O Flamengo publicou uma nota nesta quinta-feira explicando o caso. Confira:

'O Clube de Regatas do Flamengo informa que, de acordo com o previsto no regulamento de transferências da FIFA, deu entrada na ordem de transferência do atleta Geuvânio Santos Silva na data de abertura da janela internacional, 20/6/2017.

Nesta quarta-feira, 05/7/2017, encerrou o prazo máximo de 15 dias previsto no referido regulamento para envio da contra-ordem pelo clube chinês Tianjin Quanjian.

Diante do silêncio do referido clube chinês, o CRF encaminhou à FIFA nesta data o pedido de registro provisório do atleta, o que se espera seja concedido nos próximos dias.

A atitude do Tianjin Quanjian, que firmou contrato válido de transferência gratuita do atleta com o CRF, pelo período de 18 meses, será passível de sanções desportivas e financeiras.

Além disso, tão logo o registro seja concedido, o CRF irá pleitear junto à FIFA o ressarcimento ao clube chinês pelo período em que o atleta ficou impedido de atuar na equipe profissional.'

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos