Kayke assume artilharia do Santos e quer jogar com Ricardo Oliveira

  • REUTERS/Rodolfo Buhrer

Com 24 jogos na temporada e os dois gols marcados na vitória por 3 a 2 sobre o Atlético-PR, nas oitavas de final da Libertadores, Kayke chegou a nove tentos na temporada e empatou com Vitor Bueno na artilharia do time na temporada. A probabilidade de ultrapassar o companheiro é grande, já que o meia se lesionou e só volta em 2018.

Veja os gols de Atlético-PR 2 x 3 Santos

Porém, Kayke deve ter outra concorrência, a de Ricardo Oliveira, que se recuperou de gripe e torção no tornozelo esquerdo e aprimora a forma física. No entanto, o camisa 11 não teme a volta do principal atacante santista por um motivo.

"Não me preocupo com isso. O Santos tem jogadores de alto nível. Na verdade estou torcendo para o pastor voltar, não gostamos de ver um amigo fora por contusão. Tenho certeza que já já vai estar ai e podemos tranquilamente jogar juntos", disse na saída da Vila Capanema, em Curitiba.

Apesar da larga vantagem na Libertadores, o artilheiro não quer que o Santos fique acomodado, para que possa ter uma atuação segura na Vila Belmiro, no dia 10 de agosto, no jogo da volta, em que o Peixe pode perder por até de 2 a 1.

"Acredito que não tem nada definido. Temos que esquecer o jogo e a vantagem, Fizemos bom resultado aqui e o Atlético é gigante, pode tentar reverter. Temos que ir com pés no chão e concentrados. Fizemos três e tomamos dois, acaba não sendo vantagem tão expressiva assim. Temos que valorizar a atuação sábia", completa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos