Por Copa do Mundo, Rodriguinho diz que dificilmente sairia do Corinthians

A janela de transferência aberta para o futebol europeu causa preocupação no Corinthians, que lidera o Brasileirão e tem vários jogadores em destaque. O meia Rodriguinho, porém, aposta em uma arma do clube para não perder atletas: a chance de conquistar mais um título na temporada. Sobre seu caso, ele diz que sonha em disputar a Copa do Mundo do ano que vem e "dificilmente sairia" do Timão.

- Isso ajuda, quando você tem a possibilidade de ser campeão e vê que sua equipe está indo bem, isso motiva a ficar. A não ser que seja algo surreal, aí você vai querer sair. Mas é muito bom ser campeão, deixar seu nome na história. Tem tudo para ser um ano glorioso para quem está aqui - analisou Rodriguinho, em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, após treino no CT Joaquim Grava.

O próprio Rodriguinho recebeu proposta do futebol europeu neste ano. Em janeiro, o Corinthians rejeitou uma proposta do Fenerbahçe (TUR) pelo meia, que na ocasião lamentou não ter sido negociado pelo clube. Após o título do Paulistão, entretanto, ele mudou de opinião e admitiu que foi bom ter permanecido, até porque foi convocado recentemente para a Seleção Brasileira.

Ser lembrado pelo técnico Tite para a Copa do Mundo do ano que vem, aliás, pesa na decisão de Rodriguinho caso chegue alguma proposta nesta janela de transferências.

- É relativo, mas lógico que penso nisso. Seria um sonho disputar a Copa, como o time está bem, isso aí pesaria numa saída, sem dúvida, a não ser que fosse para um mercado muito bom, que não fosse sumir, senão eu dificilmente sairia - disse Rodriguinho.

Aos 29 anos, Rodriguinho é o vice-artilheiro do Corinthians nesta temporada, com nove gols, quatro a menos que Jô. O meia disputou 31 jogos pelo Timão em 2017.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos