Jair comemora "vantagem mínima" e pede "pés no chão" ao Botafogo

  • Andres Stapff/Reuters

    O técnico Jair Ventura na partida entre Nacional e Botafogo na Libertadores

    O técnico Jair Ventura na partida entre Nacional e Botafogo na Libertadores

A grande vitória do Botafogo, em pleno Uruguai, contra o Nacional, deixa o time de Jair Ventura com boa vantagem para o jogo de volta das oitavas de final da Libertadores, no dia 10 de agosto, no Nilton Santos. Mas sem comemorar antes da hora. Esse foi o discurso do técnico na coletiva depois da partida.

Assista ao gol do jogo 

"A gente tem que ficar com os pés no chão. Vantagem é mínima. Eles têm uma equipe muito boa. E temos que ficar bem em casa também", afirmou Jair.

A grande mudança no esquema em relação aos últimos jogos foi a entrada de Matheus Fernandes - recuperado de lesão - nos 11 iniciais, com João Paulo cumprindo a função de articulador. E foi assim que o volante-meia marcou o seu primeiro gol com a camisa alvinegra. E o comandante foi só elogios.

"Conversei bastante com ele esses dias sobre a importância de o camisa 10 pisas na área. Hoje ele foi feliz. É a importância do treinador. Orientar, tentar conversar. Ele era camisa 10, acabou virou volante. Como o Lindoso era camisa 10 e virou volante. Nos meias têm características ofensivas. Então falo que não tem retranca. Fico feliz pelo gol. Quando se faz um gol, a gente ganha mais um jogador. A tendência é que agora ele faça mais gols", completou, sobre João.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos