Renan nega ambiente ruim no São Paulo e elogia Dorival Júnior

O goleiro Renan Ribeiro negou que haja qualquer problema de ambiente no São Paulo, uma das situações levantadas após a demissão do técnico Rogério Ceni. Ele disse que o grupo ainda carece de uma comunicação melhor para ter os resultados dentro de campo e sair da zona do rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

- O ambiente sempre foi bom aqui dentro do clube. Sempre tivemos amizades. Tínhamos falado que tinha de cobrar um pouco mais. Comunicação para melhorar nas partidas - afirmou o titular do gol.

Renan também agradeceu a Rogério Ceni, comandante que lhe deu a maior sequência no clube. Ele vai completar 22 jogos seguidos no próximo domingo, o dobro do que alcançou em 2015 com Juan Carlos Osório, número que tinha sido sua melhor sequência. Ele está no São Paulo desde 2013. Agora, ele reencontra Dorival Júnior, o técnico que deu a primeira sequência no profissional, no Atlético-MG.

- Claro que futebol é resultado, a gente não vinha conseguindo, mas fazendo boas partidas. E futebol tem isso. Não posso ficar analisando o trabalho do Rogério, sou muito fã dele. Cara muito inteligente, que ajudou muito a gente. Sou muito grato a ele, por ter me dado a chance, como sou grato ao Dorival por ter me dado chance no Atlético-MG - analisou Renan.

Renan e Dorival trabalharam juntos no Atlético de 2010 a 2011. Foi quando o goleiro estreou no profissional. Confira abaixo outros trechos da entrevista desta sexta-feira:

Ambiente

Ambiente que incomoda, por causa da situação que nos encontramos. Mas sabemos que só nosso trabalho, no campo, resolve. Não adianta criar situações, precisamos nos colocar para cima.

Sequência de jogos

Estou muito feliz por dar essa sequência na minha carreira. Me consolidar, sei que tenho muito a melhorar. Falava que quando não estava jogando, precisava jogar para evoluir, para tirar em cada partida onde acertei, onde errei, para ser melhor goleiro.

Dorival

Fico feliz, é um excelente treinador. Ele me deu oportunidade de jogar no Atlético-MG. Vai ser muito bem-vindo. E com ele vamos sair dessa situação.

Má fase de Cueva

É um bom jogador. Não à toa é o cara lá no Peru, carrega o meio de campo do país dele. E a gente procura passar força, cara que tem apoio de todos nós, para que ele possa render cada vez mais para a gente.

Melhor momento pessoal contrasta com momento do time

É uma equipe. Não adianta eu falar do meu momento. É uma equipe, onde eu trocaria essas situações para estarmos em situações melhores na competição. Cabe a mim estar pensando em um grupo. Confio nos meus companheiros, onde temos jogo importante, clássico que é decidido em detalhe.

Fase de Vanderlei, goleiro do Santos

O Vanderlei é um excelente goleiro, cara que está em momento muito grande no Santos. Acho que de Seleção o Tite está atento em tudo, é a melhor pessoa para opinar.

Chateação por saídas de atletas?

Claro que a gente não fica... A gente perde jogadores com a formação do elenco, mas houve contratações. Não conseguiu suprir as ausências que a gente teve. Mas tem de ter um tempo agora para ter entrosamento maior, para ir adiante, mas eu confio nos jogadores que têm aqui, nas contratações, que foram boas. Vamos conseguir os resultados positivos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos