'Tatuador dos boleiros' deixa clubismo de lado e mostra coleção de camisas

Neymar, Gabriel Jesus, Lucas Lima e Roberto Firmino tem algo em comum, além da profissão. Os craques são alguns dos vários jogadores que tem tatuagens espalhadas pelo corpo. Mais do que isso, os desenhos foram feitos no mesmo lugar: o Náutica Tattoo, uma espécie de 'estúdio dos atletas'. O LANCE! conversou com o dono do estabelecimento, Adão Rosa, que contou um pouco sobre a relação com os clientes famosos, dentre eles, Neymar, Gabriel Jesus, Firmino e Gabigol.

? Em 2010 fiz a primeira tatuagem de Neymar, depois fiz mais 25 tatuagens nele. Creio que ele foi a maior divulgação que tivemos no esporte. Mas tatuamos também muitos cantores, atrizes, modelos e o público em geral ? contou Adão, que acredita que os jogadores sofram mais atuando pelos seus clubes, do que encarando as agulhadas ? Geralmente são todos muitos fortes, aguentam bem tatuagem. Creio que sofram mais em campo.

Depois que fez o primeiro desenho em Neymar em seu estúdio em Santos, o tatuador começou a receber diversos outros jogadores e abriu mais 4 lojas. Ser conhecido como "estúdio dos atletas" pode ter ajudado na divulgação da marca, mas para Adão, esse 'título' também assusta um pouco alguns clientes.

? Como vários clientes são famosos, sinto que assusta o público em geral. Acham caro sem mesmo perguntar o preço. Creio que é porque artistas tatuam com a gente ? comentou o tatuador, que além de jogadores de futebol, já tatuou estrelas de outros esportes como vôlei, natação, judô e surf.

Adão contou também uma curiosidade: ele não era fã de futebol. O tatuador de diversos jogadores famosos pelo mundo inteiro não era ligado no esporte até conhecer os novos clientes. Apesar de torcer para o Corinthians desde muito novo, ele tem afinidade com um dos rivais paulistas e também torce para um time na Itália:

? Não era fã, não conhecia os jogadores, nem tinha ideia de quanto Neymar era famoso. Vim gostar de futebol agora, depois de ter vários amigos jogando. Sou Corinthians desde pequeno e também tenho grande afinidade com o Santos. Na Itália, sou Lazio ? contou o tatuador que diz que não há problemas com clubismos e zoações durante as sessões ? Como não sou fanático, nem brinco com isso. Eles me dão camisa que eu guardo com muito orgulho. Tenho mais de 20. Só não marco jogadores de times rivais no mesmo dia na loja para evitar qualquer constrangimento de ambas as partes. ? finalizou.

Apesar de não ter envolvimento com o mundo da bola, Adão contou sobre alguns jogadores que foram especialmente diferentes de serem tatuados, por suas histórias de vida, de superação e carreira:

? Alguns foram marcantes. O Neymar, pela sua fama e simplicidade. O Leandro Castán, da Roma, que teve câncer no cérebro, superou e voltou jogar bola. O craque Radja Nainggolan, ídolo da Roma que me deixou muito conhecido na Itália e Bélgica. Gabigol, quando fiz o pai dele carregando ele nas costas, com a frase "muitos falam, mas poucos sabem", que significa o pai dele levando ele quando pequeno para o treino. Sem dinheiro de passagem, levava ele no colo para ele não chegar no treino cansado.

Não é só jogador brasileiro que tatua com o estúdio de Adão, nem é só no Brasil que ele e seus tatuadores trabalham. O Náutica Tattoo tem um estúdio em Roma, na Itália, mas, a convite dos jogadores, os tatuadores também viajam o mundo para atendê-los:

? Temos estúdio em Roma, um dos maiores da Europa, com galeria de arte e com restaurante. Nos outros países saímos a convite dos jogadores, onde vamos eu e mais um tatuador da minha escolha para me ajudar a fazer um bom trabalho. Já tatuei em vários países ? contou, Adão.

Confira em nossa galeria as tatuagens feitas pelo Náutica Tattoo e as camisas que Adão já ganhou dos jogadores!

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos