Barça tem motivo para insistir em Paulinho, que sofre resistência dos chineses

Observado de perto por Robert Fernández, secretário-técnico do Barcelona, Paulinho convenceu o clube espanhol de que seria um ótimo reforço graças às suas ótimas atuações pela Seleção Brasileira. É o que afirma o jornal catalão "Sport", nesta segunda-feira.

O Barça, segundo traz o diário, tenta com todos os esforços contar com o volante do Guangzhou Evergrande na temporada 2017/18. O brasileiro, que tem vínculo com os chineses até dezembro de 2020, é visto como uma importante peça para o meio-campo dos espanhóis encontrar um equilíbrio, uma vez que o camisa 8 tem como característica o "box-to-box" (movimentação de área à área), principalmente.

No entanto, segundo palavras de Xu Jiayin, dono Evergrande, a liberação de Paulinho "não é possível agora" - ou seja, nesta janela de transferências da Europa. O negócio com os culés, com isso, só seria possível na próxima abertura do mercado do Velho Continente, no início de 2018.

- Não é possível agora. Paulinho tem uma oportunidade única na vida de jogar no Barcelona e nós damos grande importância a esta questão. Mas não vamos deixá-lo sair no meio da temporada. Não devemos considerar apenas a conta financeira do clube, mas também a situação específica da nossa equipe na temporada. O clube acaba de chegar na metade da temporada e está fora de questão permitir a saída de um jogador-chave - comentou Jiayin.

Recentemente, Paulinho afirmou à imprensa espanhola que faria de tudo para chegar a um acordo com o Barcelona ainda esta semana. A transferência ainda é uma incógnita, porém já há uma luz quanto a valores. Na semana passada, o Guangzhou Evergrande recusou uma oferta de 20 milhões de euros (R$ 75 milhões) por Paulinho. A multa rescisória do brazuca é de 40 milhões de euros (R$ 150 milhões), fora impostos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos