Reforço do Santos, Nilmar explica temporada inativa e diz não ter lesão

A previsão dos médicos e fisioterapeutas do Santos é de que Nilmar fique só na academia por pelo menos um mês até poder treinar em campo. O prazo considerado curto no futebol será apenas para recondicionamento físico, conforme explicou o próprio atacante em sua apresentação no CT Rei Pelé, nesta segunda-feira.

- Meu problema é físico, não clínico. Não tenho lesão grave há dez anos. Preciso me readaptar. Não joguei por problemas contratuais, não por lesão - alegou em suas primeiras palavras.

O problema contratual em questão foi no Al-Nasr, dos Emirados Árabes, seu ex-clube. Segundo o camisa 18 do Peixe, ele não aceitou uma oferta de transferência que o clube já havia aceitado. Depois, a equipe já havia feito a inscrição de outro atleta e a janela de transferências se encerrou. Por isso, ficou 14 meses sem atuar.

- Como eu fui contratação alta em termos salariais, o clube decidiu me negociar. Mas como eu tinha feito contrato de dois anos,queria cumprir. Levei toda a família e queria pelo menos dois anos lá. Depois de uma temporada, alguns clubes procuraram, não era compensatório pela parte financeira e de vida. Eu tinha filhos no colégio, família adaptada. Acabou fechando a janela, contrataram outros e eu não fui inscrito. Participei de treinamentos e amistosos. É difícil explicar, só quem está lá sabe o que eu passei lá. Não vale a pena questionar muito. Eu sabia como funcionava lá, mas é bola para frente. Não guardo mágoa - detalha.

No Santos, Nilmar chegou após rescindir seu vínculo nos Emirados Árabes e assinou contrato válido até o final de 2018.

Feliz com o retorno ao Brasil após quase dois anos, o atacante ainda lembrou que quase acertou com o Peixe há 12 anos.

- Já estive próximo do Santos quando saí do Corinthians, não vim por detalhes. Quando soube da nova oportunidade, não pensei duas vezes. Hoje não foi a parte financeira que pesou. Nunca tinha ficado sem jogar sem estar lesionado. Foi ano difícil. Tive problemas contratuais. Venho muito motivado. Gostaria de entrar em campo com meu filho, ele só me viu seis meses no Inter. Minha família está muito motivada com a minha volta - pontua.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos