São Paulo recebe oferta do Boca e quer manter parte de Centurión

O São Paulo não quer a volta de Centurión e já abre negociações com o Boca Juniors com uma estratégia armada para ter lucro com o jogador. O time argentino já fez uma proposta de US$ 3,6 milhões (quase R$ 12 milhões) por 70% do atacante e o Tricolor deve pedir mais, mas com a intenção de ficar com parte dos direitos econômicos do jogador.

O Tricolor conta com 70% dos direitos econômicos de Centurión, enquanto o Racing tem 30%. A diretoria do Morumbi quer manter 10% dessa fatia para que consiga algum lucro com o atacante e acredita que, jogando na Argentina, ele pode render mais.

Os dirigentes são-paulinos acreditam em duas formas de solução positiva para a negociação. Uma deles é tratar diretamente com o Boca Juniors, aceitando a oferta de US$ 3,6 milhões por 60% de Centurión. E a outra é que o Boca tente acertar com o Racing, clube formador do jogador.

Toda a estratégia é para que o São Paulo lucre com um jogador que não o agradou. Centurión chegou ao Morumbi em 2015 por US$ 4 milhões (R$ 13 milhões na época) com a ajuda de Vinicius Pinotti, hoje diretor de futebol. A ideia é conseguir um valor superior a esse por 70% dos direitos econômicos, mesmo que seja em uma venda futura.

Centurión ainda têm contrato com o São Paulo até 2019 e seu empréstimo ao Boca Juniors acabou no último dia 30, mas a diretoria lhe deu férias. O que está definido é que Centurión não será emprestado novamente nem jogará de novo pelo Tricolor - sua passagem pelo Morumbi tem 81 jogos, oito gols e nove assistências.

Durante suas férias, Centurión já deu entrevistas na Argentina ameaçando se aposentar caso não continue no Boca Juniors, por onde acaba de ser campeão argentino, e vem aparecendo com frequência nas redes sociais curtindo seu descanso.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos