Milton prefere jogar na Colina com portões fechados do que fora do Rio

O Vasco entrou com uma solicitação no STJD para retirar a interdição de São Januário e assim conseguir jogar contra o Santos, no próximo domingo, contra o Santos, pelo menos com os portões fechados. Questionado se prefere que seu time atue dessa maneira no estádio ou com torcida em outro local fora do Rio, o técnico Milton Mendes preferiu a primeira opção. Segundo o treinador, assim o Cruz-Maltino estaria em sua casa e ainda evitaria desgaste com as viagens.

- A pergunta não é fácil. Acredita que desde depois do jogo já estava pensando nisso. São duas coisas que são simples e direto. Dentro da nossa casa, mas sem o torcedor, ainda é a nossa casa, conhecemos. Você indo jogar em outro lugar fora do Rio, tem viagem, logística muito difícil. Então, há um desgaste muito grande. É uma decisão difícil. O ideal é jogar em São Januário com o nosso torcedor. Acredito que São Januário não deixou de ser seguro de sábado para cá. Nós estaremos preparados para qualquer lugar - disse o técnico após em coletiva após o treino desta terça-feira.

Foi a primeira vez que o treinador falou após os conflitos que aconteceram em São Januário após o clássico contra o Flamengo, no último sábado. Milton evitou comentar a respeito da punição que o clube levou, tendo o estádio interditado e o risco de perder até 25 mandos de campo.

Até o momento, dos 16 pontos que o Vasco conquistou no Brasileirão, 15 foram em São Januário. No entanto, o treinador não acredita que o time vai perder força se ficar longe da Colina Histórica.

- (São Januário) é o principal trunfo? É você (jornalista) que está dizendo. Nós temos o nosso torcedor que nos ajuda bastante, mas temos nossos jogadores que estão trabalhando muito. Se ficarmos longe dos nossos torcedores, vamos sentir, mas temos que jogar. Com tranquilidade que estamos encarando as possibilidades. Eu acho que os jogadores tem dado uma prova dentro de campo que tem trabalhado muito. O torcedor é um dos pontos fortes da nossa equipe, mas temos jogadores também que lutam bastante - comentou Milton.

Milton Mendes também comentou sobre o nome reforço da equipe, o atacante André Rios. O treinador contou que conversou com o argentino e pediu tempo para sua adaptação ao novo clube.

- Já conversei com o Andrés Rios. Eu tenho como norma antes do jogador vir conversar com ele para dar o aval final. Já vinhamos vendo ele um pouquinho mais atrás. Eu expliquei para ele nossa metodologia, o que esperamos dele. Precisamos dar o devido tempo de adaptação a ele, porque é argentino. Hoje já treinou, conheceu os companheiros, falou um pouquinho com o grupo. Aos poucos vamos tirando o que ele tem de melhor - contou o treinador, que destacou as características do jogador.

- O Andrés Rios é um meia que articula jogadas, entra na área e também pode jogar como ponta. Agora é ele entender nossa forma de jogo e soltá-lo na arena - completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos