Necessidade de vitórias leva atletas do Botafogo a pacto

  • Miguel Rojo/AFP

A boa temporada do Botafogo, especialmente o momento vivido pelo time na Libertadores, precisa ser deixada de lado nesta situação de instabilidade. A grande atuação de Jefferson contra o Atlético-MG só amplia a dimensão de uma equipe à procura da melhor forma no Campeonato Brasileiro. São três jogos sem ganhar, além da derrota no primeiro jogo das quartas de final da Copa do Brasil. Por isso mesmo, os atletas fizeram um pacto para não esmorecerem em nenhuma das competições.

"Hoje, é muito na conversa. Não temos muito tempo de treinar. Saímos de uma competição e partimos para outra. Nós fizemos um pacto para estarmos 100% nas três. A gente vê a Libertadores como prioridade, mas estaremos 100% sempre", garante João Paulo.

Após vencer a Chapecoense, fora de casa, e o Vasco, no Nilton Santos, o Botafogo perdeu, também em casa, para o Avaí, e para o Corinthians, poupando meio time, em São Paulo (SP). É bem verdade que houve maratona, jogos das Copas em disputa, mas o Glorioso já saiu da primeira página da tabela do Brasileirão.

Os próximos desafios são o Tricolor e, segunda-feira, o Sport. Os dois jogos no Rio. Chance de o pacto funcionar. Se os 100% de resultado não forem obtidos, que os 100% de dedicação sejam.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos