Após ter gol validado, Pratto pede fim de desculpas no São Paulo

Um dos atletas do São Paulo que mais têm externado insatisfação com a fase do time é o argentino Lucas Pratto. Nesta quinta-feira, após o empate por 2 a 2 contra o Atlético-GO, no Morumbi, o atacante e capitão voltou a isentar o comando de culpa, e pediu mais responsabilidade dos jogadores. Menos desculpas.

- Não tem explicação. Não tem mais desculpa. Troca o treinador, ele fala o que tem que fazer em campo, a gente faz um esforço grande, marca os gols e toma logo depois. Como falei na semana passada, não é questão de quem está no comando, não é questão da bagunça de quem vai quem vem, do calendário, sempre encontramos desculpas nos outros e não em nós. Chegou a hora de colocar os culhões na mesa e começar a nos responsabilizarmos - falou o jogador após o embate.

Pratto estava há sete jogos sem marcar e desencantou nesta quinta. No entanto, ele só pôde saborear totalmente o gol no fim do jogo. Isso porque foi ele quem abriu o placar, aproveitando rebote de uma falta no travessão, mas o árbitro deu o gol para Petros. O volante finalizou depois de Pratto, quando a bola bateu no goleiro do Atlético-GO já dentro do gol e voltou. No fim, Pratto foi ao árbitro já no vestiário do Morumbi, fez a solicitação do gol e o árbitro, depois rever o lance, confirmou para ele. Sendo assim, o argentino agora tem 11 gols pelo São Paulo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos