Falcao García faz acordo e pagará R$ 30 milhões ao fisco espanhol

O Ministério Público da Espanha continua sem dar trégua aos jogadores de futebol. Nesta quinta-feira, o jornal "El Mundo" revelou que o atacante Falcao García, hoje no Monaco, chegou a um acordo com o Fisco e vai pagar 8,2 milhões de euros (R$ 30 milhões). O valor é a soma da dívida do jogador de 5,6 milhões de euros (R$ 20,6 milhões) mais juros.

A acusação sobre Falcao García são de 2012 e 2013, época em que ele atuava pelo Atlético de Madrid. O colombiano teria enviado dinheiro referente a direitos de imagens a paraísos fiscais. Segundo o Ministério Público do país europeu, foram dois delitos cometidos pelo jogador.

Falcao García não é o único atleta com problemas com o fisco espanhol. Messi, Cristiano Ronaldo, Xabi Alonso, Di María, Mascherano, Fabio Coentrão, Neymar e Alexis Sánchez são outros que foram acusados pelo Ministério Público do país ibérico.

O camisa 10 do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por conta da fraude, mas se livrou de ser preso por ter pego pena inferior a dois anos, ser réu primário e pagar uma multa de R$ 7,6 milhões. Por outro lado, Cristiano Ronaldo, que também está sendo investigado, nega as acusações de sonegação fiscal. Ele vai prestar depoimento no dia 31 de julho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos