Gol e vaga de Lugano: Arboleda faz primeiro jogo no Morumbi com moral

Às 19h30 desta quinta-feira, o torcedor são-paulino que for ao Morumbi terá a primeira chance de ver de perto Robert Arboleda, zagueiro que chega cheio de moral. O equatoriano não só fica com a vaga que era do ídolo Lugano como no domingo, mesmo na derrota por 3 a 2 para o Santos, teve atuação convincente na Vila Belmiro e até marcou gol, logo em sua estreia pelo clube.

Não ter subido para evitar o segundo gol de Copete foi uma exceção em um desempenho bastante elogiado de Arboleda. O São Paulo pagou cerca de US$ 2 milhões (aproximadamente R$ 6,5 milhões) para tirá-lo do Universidad Católica de Quito e aposta alto no defensor, que faz parte da seleção de seu país.

Lugano só foi titular enquanto o novo camisa 4 não tinha condições legais de jogo. Bastou ele aparecer no BID da CBF para colocar o uruguaio no banco, no último domingo. Nesta quinta-feira, contra o Atlético-GO, o ídolo não poderá nem ser reserva porque o time titular de Dorival Júnior já tem o limite de cinco estrangeiros permitidos em campo (também jogarão o peruano Cueva e os argentinos Buffarini, Jonatan Gomez e Pratto).

Mas a expectativa no clube é que nenhum torcedor sinta falta de Lugano em campo, graças a Arboleda. Nos últimos dias de Rogério Ceni no clube, ele já vinha agradando. No elenco, costuma andar com os mais jovens e é cada vez mais comum vê-lo arrancando risadas com suas brincadeiras.

No domingo, como foi um gol que diminuía a desvantagem em uma derrota, não foi o momento, mas Arboleda costuma comemorar seus gols dançando. Caso balance as redes no Morumbi, é bem provável que faça um gingado similar ao que exibia no Equador. E sua vontade é, enfim, comemorar uma vitória no São Paulo, seu primeiro clube fora do seu país.

- Sempre sonhei em jogar em uma grande equipe como o São Paulo. A estreia teve um sabor amargo pela derrota. Individualmente, dei o meu melhor para defender esta camisa. Mas a verdade é que fiquei chateado, dói não ter conseguido os três pontos - disse Arboleda, após a derrota de domingo.

- Estou com ritmo de jogo e disposição para ajudar com o meu trabalho no dia a dia. Temos que seguir adiante, e faremos isso já no próximo jogo. Junto com os meus companheiros, vamos lutar pela vitória - prometeu o zagueiro, que, até agora, esteve no Morumbi apenas acompanhando o time no empate por 1 a 1 diante do Fluminense, no dia 25, quando ainda não tinha condições legais para entrar em campo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos