Sheik garante grupo fechado após derrota pesada para o Bahia

A Ponte vive uma fase ruim no Brasileirão. Já não vence há quatro partidas, e na última rodada perdeu feio, dentro de casa, para o Bahia. Na reapresentação da equipe nesta quinta-feira, Sheik foi o escolhido para falar com a imprensa. O atacante começou saindo em defesa de Gilson Kleina.

- E ontem no final do jogo eu ouvi a torcida xingando ele (Kleina), porque torcedor é paixão e emoção o tempo inteiro. Eu acho que a responsabilidade não é do cara. Não deixa de ser dele, ele tem a responsabilidade dele. Mas quem entra pra jogar são os atletas - afirmou o jogador.

Em seguida, Sheik reiterou que ainda confia no projeto que lhe foi apresentado quando foi contratado pela Macaca, afirmando que não é uma fase ruim que o vai fazer mudar sua opinião.

- É óbvio que a derrota deixa todos nós bem tristes. Eu continuo acreditando no projeto da Ponte. Porque, venho aos treinos diariamente, convivo com os profissionais aqui, e sei do comprometimento de cada um deles e da maneira que é feito o trabalho. Eu continuo acreditando. Nós fizemos 13 jogos no Campeonato Brasileiro, um campeonato que só termina em dezembro. É óbvio que nos últimos quatro jogos não fomos bem. Nós reconhecemos isso e certamente vamos melhorar porque temos capacidade de ser melhores. Todo o planejamento que me seduziu para eu estar aqui hoje, continuo acreditando porque sei da capacidade dos profissionais aqui - analisou.

Por fim, Emerson falou da confiança do elenco na capacidade de mudar o rumo da situação. Segundo o atacante, mesmo com os últimois resultados, a equipe ainda está muito motivada para fazer a Ponte subir de novo na tabela.

- O que me surpreendeu muito na reunião foi sentir a confiança da equipe na equipe. Todos bem tristes por termos perdidos os jogos, despencado na tabela, mas a confiança ela permanece. Essa confiança vem da comissão técnica e da diretoria. Não existe dúvida sobre o nosso trabalho. Hoje a galera chegou mais cedo para a reunião confiante. Sabemos que o nosso próximo jogo é muito difícil, complicado de se ganhar lá. Vamos tentar ganhar lá. Aqui nada mudou. A gente continua querendo fazer uma campanha melhor que a do ano passado. O Campeonato Brasileiro ainda tem muita coisa pra acontecer - completou o atacante.

O próximo jogo da Ponte Preta é contra o Grêmio, domingo, às 16h, em Porto Alegre. A Macaca ocupa atualmente a 15° posição na tabela do Brasileirão, com 15 pontos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos