Agredido com barra de ferro há 158 dias, torcedor do Flu deixa o hospital

Pedro Scudieri deu mais um importante passo na recuperação da covarde agressão sofrida em 5 de fevereiro, na Tijuca quando o torcedor de 24 anos retornava de um jogo do Fluminense em Duque de Caxias. Nesta quinta, o jovem deixou o Hospital do Amparo, no Rio Comprido, e agora dará sequência ao tratamento em sua casa. Com a liberação do plano de saúde, Scudi, como é conhecido, terá aparelhos à disposição e será acompanhados por médicos.

A saída do hospital foi acompanhada pela família, amigos e equipe médica, que aplaudiram quando Pedro Scudieri deixou o local. O tricolor ainda não anda, mas já consegue se comunicar bem e vem evoluindo. Por conta das agressões com barras de ferro, Scudi teve traumatismo craniano e ficou meses em coma.

O caso de Pedro Scudieri serviu para unir as torcidas dos quatro times do Rio de Janeiro se mobilizarem. No período em que o tricolor ficou internado, vários torcedores doaram sangue no Hospital do Amparo. Além disso, a torcida do Fluminense prestou suas homenagens a Scudi em várias partidas, inclusive com um mosaico na vitória sobre a Universidad Católica-EQU, no Maracanã.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos