Inquérito é aberto por confusões em São Januário e Eurico Miranda pode ser responsabilizado, diz site

Segundo informações publicadas pelo site "G1" na manhã deste sábado, o juiz Mario Olinto Filho, que estava de plantão em São Januário durante o clássico entre Vasco e Flamengo da semana passada, determinou que a 17ª DP (São Cristóvão) abrisse inquérito para apurar as responsabilidades pelos atos de violência e vandalismo na ocasião (um torcedor cruz-maltino acabou morrendo nos arredores do estádio). Entre os fatos apurados está se o presidente do Vasco, Eurico Miranda, pode ser responsabilizado.

Um dos pontos levantados é sobre a segurança dos torcedores dentro do estádio (e revista). De acordo com o artigo 14 do Estatuto do Torcedor, é de responsabilidade do clube mandante (o Vasco, no caso) e não da Polícia Militar, como chegou a ser dito pelo Vasco. De acordo com a publicação, diante das tentativas de invasão do campo e dos inúmeros objetos atirados pelos torcedores, o juiz elaborou uma ata relatando tudo o que aconteceu. Há a informação de que os torcedores tentaram invadir a delegacia instalada em São Januário e chegaram a quebrar o vidro da dependência.

A publicação ainda afirma que investigadores querem saber se há ligação entre o Vasco e os torcedores violentos. Um dos pontos foi a detenção do torcedor Rodrigo Granja Coutinho dos Santos, de 41 anos, em 21 de junho no interior do Nilton Santos. O promotor Cláudio Varella foi ouvido pela publicação e afirmou que Rodrigo Granja está proibido pelo Juizado do Torcedor de frequentar estádios por se envolver em confrontos com outros torcedores. Entretanto, foi liberado por conta de advogados do Cruz-Maltino afirmarem que ele era funcionário do Vasco.

Ainda ao "G1", o Vasco informou sobre o primeiro caso que o jogo "só aconteceu porque o clube cumpriu as exigências dos órgãos públicos e, por isso, teve aprovada a realização do evento" e que "prestará as informações à medida que for comunicado judicialmente". Sobre Granja, o clube disse para a publicação que verificaria a questão. Vale lembrar que São Januário está interditado e o Vasco receberá o Santos neste domingo no Nilton Santos com portões fechados. Na manhã de segunda-feira haverá julgamento no STJD pelas confusões e o Cruz-Maltino pode perder até 25 mandos de campo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos