'Não tem que abalar nada': Carille vê empate como normal e elogia Timão

O Corinthians não ficava duas partidas sem vencer há três meses, mas repetiu a marca negativa nesta quarta-feira, ao empatar em 0 a 0 com o Avaí quatro dias depois dos 2 a 2 contra o Atlético-PR. A vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro que era de dez pontos caiu para seis, pois o Grêmio venceu seus dois últimos compromissos e voltou a acirrar a disputa pela ponta. Segundo o técnico corintiano Fábio Carille, não há nada de anormal neste cenário de oscilação do Timão na competição.

- Disparamos no início, mas não vamos conseguir manter 87, 88, 89% de aproveitamento até o fim. A exigência é de vocês (imprensa), nós trabalhamos com os pés no chão, eu trabalho com a média pela qual fomos campeões em 2015. A gente trabalha jogo a jogo, estamos conscientes de tudo o que está acontecendo, liderando e fazendo um bom trabalho - relatou o comandante, que refutou a hipótese de abalo pelo segundo empate consecutivo.

- Não tem que abalar nada, o campeonato será definido nas últimas rodadas.

Em 15 rodadas já disputadas, o Corinthians soma aproveitamento de 82,2% dos pontos, com 11 vitórias e quatro empates até o momento. A equipe está invicta há quatro meses e tem liderança garantida por pelo menos mais uma rodada na competição. Mesmo com o empate diante do Avaí, o treinador deixa Florianópolis satisfeito pelo resultado.

- Muito feliz pelo nosso trabalho, porque vocês (imprensa) criaram uma expectativa de que seríamos campeões faltando 15 rodadas. Isso é absurdo. Nossa média de pontuação está até acima da normalidade. Foi um jogo dentro da média, dentro do que esperávamos e agora pensamos no próximo desafio. Até porque tem muita coisa para acontecer, muita gente para chegar. Grêmio, Flamengo... Grêmio está mais próximo, mas há outras equipes que podem chegar também.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos