Com um a menos, Botafogo segura empate contra o Atlético-PR

Foi animado, mas não dá para dizer que chegou a ser um bom jogo. Na Arena da Baixada, na noite desta quinta-feira, Atlético-PR e Botafogo empataram em 0 a 0. Com o resultado, os mandantes ficam à beira do Z4, e os visitantes, ao caírem uma posição, saem do G6.

O primeiro tempo foi marcado por mais divididas que resultaram em jogadores doloridos que lances de perigo. O primeiro foi aos 17 minutos, após cobrança de falta. Nikão passou para Sidcley, que colocou na cabeça de Douglas Coutinho. A bola foi por cima do alvo.

Aos 24, Sidcley, que era o jogador mais perigoso do Furacão, chutou à direita de Jefferson. O Glorioso mantinha a estratégia de contra-ataque. Desta forma, no minuto seguinte, Pimpão achou Roger, que tentou de esquerda, de primeira. Para fora.

Já aos 34 minutos, Eduardo Henrique chutou fraco para a defesa de Jefferson. E aos 49, Roger desviou, de cabeça, para a defesa de Weverton. Mas nada que assustasse a torcida do Rubro-Negro.

Apesar da empolgação do time mandante, a primeira jogada realmente perigosa na segunda etapa foi somente aos 22 minutos. Contudo, o cabeceio de Guilherme, após cruzamento de Nikão, foi defendido pelo goleiro botafoguense.

No minuto seguinte, do outro lado, Rodrigo Pimpão passou para Matheus Fernandes, na entrada da área. O volante estava sozinho, mas não deu a direção correta ao chute. O garçom da jogada até reclamou: "Chapa, chapa!"

Parecia que o Alvinegro sairia mais para o ataque na reta final da partida. Mas foi o Atlético quem quase marcou, aos 33. Nikão chutou forte, Jefferson deu rebote e contou com a intervenção salvadora de Victor Luís. O lateral-esquerdo evitou o que seria o gol de Ederson.

E como se fosse pouco, Emerson cometeu falta aos 39 minutos, e foi expulso. Restou ao Botafogo se defender. E foram momentos de tensão. O árbitro Anderson Daronco indicou seis minutos de acréscimo - e após cera do goleiro alvinegro ainda postergou em mais um minuto o duelo.

Aos 47 minutos, com o Furacão todo no ataque, Guilherme puxou contra-ataque e chutou à esquerda de Weverton. E lamentou muito, em seguida. Deu tempo de, no minuto seguinte, Thiago Heleno testar por cima do alvo.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-PR 0 X 0 BOTAFOGO

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Data-hora: 20/7/2017 às 21h

Árbitro: Anderson Daronco (RS-Fifa)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno Júnior (RS)

Público/Renda: . presentes / R$ .,00

Cartões amarelos: Otávio, Lucho González e Nikão (CAP), Jefferson, Carli, Igor Rabello, Emerson, Rodrigo Lindoso e Rodrigo Pimpão (BOT)

Cartão vermelho: Emerson (BOT)

Gols: -

Atlético-PR: Weverton, Jonathan (Cascardo, 30'/1ºT), Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio e Eduardo Henrique (Guilherme, 17'/2ºT); Nikão, Lucho González e Douglas Coutinho (Ederson, 7'/2ºT); Pablo - Técnico: Fabiano Soares.

Botafogo: Jefferson, Emerson, Carli, Igor Rabello e Victor Luís; Rodrigo Lindoso (Marcelo, 40'/2ºT), Bruno Silva, Matheus Fernandes e João Paulo; Rodrigo Pimpão (Gilson, 44'/2ºT) e Roger (Guilherme, 29'/2ºT) - Técnico: Jair Ventura.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos