Nepomuceno diz que oscilação pesou para Roger, e evita adiantar detalhes sobre futuro técnico do Galo

A tentativa de mudar o panorama do Atlético-MG na sequência da temporada ditou a entrevista coletiva do mandatário Daniel Nepomuceno, na tarde desta quinta-feira. Horas após o clube anunciar a demissão de Roger Machado, o dirigente reconheceu que as oscilações no Brasileirão pesaram para a saída, e evitou falar sobre substitutos:

- Ainda não contatei ninguém. A decisão foi tomada de manhã, depois de muita reflexão. Não virá um nome para o Atlético hoje (quinta-feira).

Nepomuceno disse que lamenta a mudança drástica que fez no planejamento do clube. Porém, acredita que a campanha do Atlético-MG não reflete a perspectiva em torno do elenco para esta temporada:

- Nós fomos vice da Copa do Brasil, vice do Brasileiro... Temos que levantar esse ano uma das taças. O tamanho do clube exige que você não oscile ou encontre o diagnóstico o mais rápido possível. Não gosto de replanejar, principalmente no meio da temporada. Essa demissão foi diferente das anteriores. Por toda a pressão que existe em cima do presidente, você tem que pecar pela ação e omissão.

Aos olhos do mandatário, decisões como os maus resultados em casa e o rendimento em campo pesaram para a mudança no cargo:

- O principal motivo foi a oscilação, não só o fato de perder em casa. A segurança de qual time que vai entrar em campo trouxe o maior desgaste. Não podemos fazer um tempo excelente contra o Flamengo e um tempo daquele contra o Atlético-GO. A responsabilidade não é só do treinador. É minha e dos jogadores por não encontrar soluções.

Daniel Nepomuceno rechaçou a hipótese de o elenco ser fraco, e disse que é sua a responsabilidade por melhores resultados do Atlético-MG:

- Eu vi muito o fato de querer achar um responsável. Colocaram dúvidas em volantes, zagueiros, agora em Robinho e Fred. Gosto do elenco. Foram nove contratações, tivemos gratas surpresas com revelações da base. A obrigação é minha e deles de melhorar esses números, principalmente em casa. O mais grave é achar normal perder os pontos em casa.

Enquanto Daniel Nepomuceno define o novo treinador do Atlético-MG, Diogo Giacomini comandará a equipe.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos