Corinthians só perde pontos quando tem mais posse de bola que o adversário

Invicto no Brasileirão, o Corinthians vê um fato se repetir nas quatro partidas em que perdeu pontos no campeonato: ter mais posse de bola que o adversário. Foi assim nos empates com Chapecoense, Coritiba, Atlético-PR e Avaí, de acordo com números do Footstats.

Dos 15 jogos até agora no Brasileirão, o Corinthians ficou mais tempo com a bola em sete, com 100% de aproveitamento. Também são sete partidas com menos posse, com três vitórias e quatro empates, com 61,9% de aproveitamento. Além disso, o Corinthians teve 50% de posse de bola na vitória sobre o Santos.

Os números não são coincidência. Desde o início da temporada o Corinthians gosta de jogar sem a bola, e soma mais pontos desta forma. No Paulistão, por exemplo, teve 80% de aproveitamento quando teve posse inferior ao adversário. Com mais posse, teve três vitórias, três empates e duas derrotas, com um aproveitamento de 50%.

O técnico Fábio Carille e os jogadores admitem a preferência pelo chamado jogo reativo, quando a equipe se fecha e espera o erro do adversário para tentar decidir em contra-ataques. É dessa forma que o Corinthians tem tido grandes resultados no Brasileirão, como as vitórias fora de casa sobre Grêmio e Palmeiras.

"A gente sabe muito jogar sem bola", exalta Carille.

O treinador, inclusive, foca nos treinos de posicionamento em toda véspera de jogo. Até agora, a receita tem dado certo, já que o Corinthians lidera o Brasileirão, com seis pontos de vantagem para o Grêmio, e chegou a 29 partidas de invencibilidade, a terceira maior sequência da história do clube.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos