Em treino cheio de incentivo, Dorival cobra mais velocidade no São Paulo

  • Érico Leonan/saopaulofc.net

Na tarde desta sexta-feira, no CT da Barra Funda, Dorival Júnior gastou sua voz, mas com foco em motivar seus jogadores e ajustar o São Paulo que enfrenta o Grêmio, na segunda-feira, no Morumbi. O técnico exigiu velocidade no setor ofensivo durante quase todo o período de treinamento.

As atividades foram marcadas por incentivos constantes. Dorival ficava próximo dos jogadores o tempo todo e falava o nome de um a um para indicar o movimento certo mesmo no aquecimento. Manteve a prática nas atividades seguintes, assim como seu filho, o auxiliar Lucas Silvestre, e até o preparador de goleiros Marquinhos Trocourt, que gritava o nome do goleiro a cada defesa.

O primeiro exercício foi de cruzamentos e finalizações, sem nenhum oponente. Dorival gritava para que os jogadores se movimentassem o tempo e tocassem de primeira, "quebrando as linhas". Exigia velocidade nas jogadas pelos lados e também acerto nas finalizações, mas não deu nenhuma bronca.

A segunda atividade teve os defensores divididos em duas linhas de quatro se alternando na proteção dos goleiros. Uma delas tinha Buffarini, Rodrigo Caio, Arboleda e Edimar, com Araruna, Lugano, Aderllan e Júnior Tavares compondo a outra. Nesta parte, o lateral-direito Bruno e o volante Petros saíram para recuperação no Reffis.

Na parte final, todos que foram titulares contra o Vasco, na quarta-feira, e Marcinho, atacante que entrou no lugar de Wellington Nem aos 20 minutos de jogo, saíram para começar recuperação. No campo, Dorival Júnior acompanhou os reservas se enfrentando em campo reduzido.

O atacante Maicosuel participou do treino integralmente, mas, após realizar trabalho de reequilíbrio muscular, deve demorar ainda duas semanas para voltar a jogar - ele não atua desde 8 de junho, sua única partida pelo clube, e teve seu pedido atendido pela diretoria de não receber salários enquanto não ficar à disposição.

O recém-contratado zagueiro Aderllan também trabalhou normalmente e, como está com a documentação regularizada, tem chance de ser relacionado para segunda-feira. Já Wellington Nem, com trauma no ombro direito, passou o dia se tratando no Reffis e é bem provável que seja desfalque.

A escalação será definida em treinamentos no CT da Barra Funda neste fim de semana, mas com mistério. A imprensa não terá acesso a nenhuma das atividades e a formação deve ser anunciada somente pouco antes da partida.

Ainda na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o São Paulo recebe o Grêmio às 20h de segunda-feira, no Morumbi. O Tricolor paulista acumula 15 pontos em 15 rodadas disputadas na competição e, na quarta-feira, ganhou a primeira sob o comando de Dorival Júnior (1 a 0 sobre o Vasco), encerrando uma sequência de nove jogos sem vitória.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos