Chape bate o Vitória em Salvador e afunda adversário no Z4

A situação do Vitória no Brasileirão segue complicada. Na tarde deste sábado, em partida válida pela 16ª rodada do Brasileiro, o Vitória foi derrotado pela Chapecoense em pleno Barradão por 2 a 1 e se afundou ainda mais na zona de rebaixamento. Reinaldo e Lourency marcaram para a Chape, enquanto Neilton descontou para os rubro-negros.

O jogo começou muito lento, com o Vitória monopolizando a posse da bola mas sem arriscar muito. A Chapecoense se fechava na defesa, e parecia aguardar uma bola para tentar o contra-ataque e definir a partida. Nos minutos iniciais, a melhor chance foi do Vitória, com arriscando um forte chute de fora da área, mas que passou ao lado da trave de Jandrei.

Aos 26 minutos, a defesa do Vitória bobeou e devolveu a bola na fogueira para o goleiro Caíque, que se enrolou demais. O arqueiro deixou a bola cair, viu Seijas avançar pro gol e foi obrigado a cometer pênalti. Reinaldo cobrou e converteu, abrindo o placar pra Chape.

O gol fez a Chape passar a controlar mais o jogo, criando mais oportunidades de gol, principalmente nas bolas paradas. O Vitória tentava criar suas jogadas, mas desperdiçava as poucas chances que tinha, além de sofrer com os passes errados.

Na segunda etapa, o rubro-negro entrou melhor em campo, e chegou ao empate da mesma forma que a Chape abriu o placar: aos 16 minutos, após cruzamento de Caíque Sá na área, o árbitro viu mão de Douglas Grolli e sinalizou o pênalti. Neílton cobrou com categoria e empatou o jogo.

A alegria dos torcedores do Vitória não durou muito: dois minutos depois, em lance veloz de contra-ataque, Arthur lançou Lourency em profundidade. O jogador, que havia acabado de entrar na partida, avançou pelas costas da defesa, invadiu a área e fuzilou o gol de Caíque, deixando a Chape de novo em vantagem.

Após marcar o segundo gol, a Chapecoense voltou a se fechar na defesa, deixando o Vitória controlar a partida. A equipe rubro-negra não se abalou com o gol sofrido e passou a arriscar mais chutes ao gol, principalmente após a entrada de André Lima. O atacante chegou a empatar o jogo aos 28 minutos, mas a arbitragem anulou por impedimento.

Apesar de insistir bastante, o Vitória não conseguiu empatar: a Chape deixou Salvador com três pontos e pulou para a 9ª posição na tabela, com 21 pontos. Já o Vitória se manteve com 12 pontos, na 19ª posição, na zona de rebaixamento.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 1 x 2 CHAPECOENSE

Local: Estádio do Barradão, Salvador (BA)

Data-Hora: 22/7/2017 - 16h

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Auxiliares: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Michael Correia (RJ)

Público/renda: 5.433 pagantes/R$ 58.201,00

Cartões amarelos: Caíque (VIT), Apodi, Douglas Grolli, Girotto, Moisés Ribeiro e Lourency (CHA)

Cartões vermelhos: -

Gols: Reinaldo (27'/1ºT)(0-1), Neilton (16'/2ºT)(1-1), Lourency (18'/2ºT)(1-2)

VITÓRIA: Caíque; Caíque Sá, Kanu, Wallace, Geferson (Patric, aos 2'/2ºT); Soutto, Correia (André Lima, aos 21'/2ºT), Carlos Eduardo (Jhemerson, aos 40'/2ºT) e Yago; Neilton e Santiago. Técnico: Flávio Tanajura

CHAPECOENSE: Jandrei; Apodi, Douglas Grolli, Victor Ramos, Reinaldo; Andrei Girotto, Moisés Gaúcho (Moisés Ribeiro, aos 31'/2ºT), Lucas Marques, Luiz Antonio (Wellington Paulista, aos 23'/2ºT) e Seijas (Lourency, aos 14/2ºT); Arthur Caike. Técnico: Vinicius Eutrópio

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos