Chelsea pode nunca mais ir à China após polêmica com Kenedy

As polêmicas brincadeiras de Kenedy ainda repercutem. E de forma muito negativa. Mesmo após pedidos de desculpas do jogador e do próprio Chelsea, que prometeu punição ao brasileiro, o caso não foi esquecido pelos chineses.

Nesta segunda-feira, o jornal britânico "The Sun" afirmou que o governo da Chinês teria ordenado que a imprensa local apagasse toda e qualquer notícia sobre os Blues na internet. Não bastasse isso, o jornal local "Diário do Povo" - carro-chefe do Partido Comunista da China - publicou uma nota ameaçando a joia revelada pelo Fluminense.

- Melhor que (Kenedy) se mantenha de boca calada, ou nunca terá respeito e tampouco bem-vindo aqui.

Tudo começou quando Kenedy publicou fotos depreciativas com a população local em seu Instagram: "Acorda china vacilão", com uma imagem de um guarda dormindo foi uma que causou revolta.

O Chelsea esteve na China em preparação para a temporada 2017/18. No fim de semana passado, os Blues bateram os rivais do Arsenal por 3 a 0. Agora, em Singapura, o time comandado por Antonio Conte encara o Bayern de Munique, nesta terça-feira. O atacante Morata deve estrear.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos