"PSG não pode ter Sánchez, então optaram pelo Neymar", diz Wenger

Tido como desafeto de Alexis Sánchez, o técnico Arsène Wenger deu uma curiosa declaração a respeito do interesse do Paris Saint-Germain no principal astro do Arsenal. Os rumores circulam desde o início da janela europeia.

Em entrevista a jornais ingleses, o treinador, bombardeado com perguntas sobre Sánchez, que teria ido a Paris recentemente para negociar com o PSG, chegou a citar Neymar. E as palavras do francês de 67 anos têm dado o que falar.

"Eu acho que não está (Sánchez em Paris) . Eu li o 'L'Equipe' nos últimos três ou quatro dias. Eles foram de Sánchez para Neymar. Hoje falam sobre Neymar, três dias atrás era sobre Alexis. Eles precisam, como vocês (imprensa), de assuntos. Eles (PSG) não podem ter Sánchez, então optaram pelo Neymar", disse Wenger, negando que Sánchez tenha pedido para deixar os Gunners.

Goleado no fim de semana passado para o rival Chelsea, o Arsenal segue sua preparação para a temporada 2017/18. Neste sábado, os Gunners enfrentam o Benfica, em Londres, e, no dia seguinte (você não leu errado), duelam com o Sevilla por um torneio amistoso.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos